sexta-feira, 22 de julho de 2016

ELEIÇÕES 2016 : ACABOU O TEATRO JORGE FEDERAL RETIRA PRÉ-CANDIDATURA E VAI APOIAR PSB

22

Aconteceu o que todo olindense já sabia e previa. O vereador Jorge Federal (PR), que estava apenas brincando de pré-candidato a prefeito de Olinda, encerrou o teatrinho, retirou o seu nome da disputa e anunciou o apoio à pré-candidatura do PSB. 
O vereador do PR, que já foi aliado de Renildo Calheiros e se elegeu em 2008 e 2012 com o apoio do PCdoB, informou que vai mesmo tentar a reeleição. Desacreditado junto ao eleitorado, o que se diz na cidade é que Jorge Federal terá dificuldades para voltar a ocupar uma cadeira na Casa Bernardo Vieira de Melo
A decisão de jogar a toalha (os olindenses sabiam que isso iria acontecer, só não sabiam a hora) foi pessoal e não teve a interferência do presidente ou do diretório estadual do PR. Na matéria publicada no Blog da folha, Jorge Federal afirma: “Quem recuou fui eu. Sebastião nunca me pediu ou obrigou a desistir”.
O vereador disse, ainda, que colabora “mais com Olinda me reelegendo vereador” e apoiando a candidatura do PSB.
FONTE : BLOG OLINDA HOJE 

ECONOMIA : Klabin faz doação à cidade de Goiana/PE com frotas do corpo de bombeiro



Todos os cidadãos goianenses parabenizam a cidade e pedem muito obrigado a Klabin de Goiana/PE, por terem doado frotas de viaturas do corpo de bombeiros para prestarem socorro. Já  que na cidade de Goiana há somente duas frotas de ambulâncias da SAMU, e mesmo assim só podem socorrer em caso de extrema urgência.
E é com louvor que todos os goianenses recebem com gratidão e agradecem a esta empresa tão séria e abençoada.

FONTE : COM EXCLUSIVIDADE BLOG LITORAL NORTE

POLÍTICA : Procuradoria reitera acusação de que Lula e Delcídio obstruíram Lava Jato

Eles são acusados de envolvimento em compra de delação premiada de Nestor Cerveró

Yasuyoshi Chiba/AFP

A Procuradoria da República no Distrito Federal reiterou nesta quinta-feira (21), na Justiça de Brasília, denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais seis pessoas por tentativa de obstrução à Justiça. Eles são acusados de envolvimento numa trama para comprar a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.
A acusação contra o ex-presidente foi apresentada no início do ano ao STF (Supremo Tribunal Federal) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O caso tramitava no tribunal porque na época o ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) tinha foro privilegiado, portanto, só poderia ser alvo de investigação com aval do STF.
Mas após se tornar delator da Lava Jato, Delcídio acabou cassado e perdeu o foro. Com isso, o STF enviou para a Justiça de Brasília a acusação. Diante da mudança de instância na Justiça, o MPF foi acionado e precisou confirmar a acusação.
Também foram denunciados o pecuarista José Carlos Bumlai, seu filho, Maurício Bumlai, o banqueiro André Santos Esteves, Diogo Ferreira Rodriguez, ex-assessor de Delcídio, Edson Siqueira Ribeiro Filho, que atuou na defesa de Cerveró. O procurador da República no DF Ivan Cláudio Marx fez acréscimos à peça inicial para ampliar a descrição dos fatos e as provas que envolvem os acusados. O chamado aditamento é mantido sob sigilo. 
Ao confirmar a denúncia, o procurador da República no DF Ivan Cláudio Marx fez acréscimos à peça inicial para ampliar a descrição dos fatos e as provas que envolvem os acusados. O TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região ainda vai definir o juiz responsável pelo caso. Isso porque a denúncia tinha ficado com o juiz Ricardo Leite, que protagonizou polêmica na Operação Zelotes, mas a defesa pediu redistribuição porque a ele é responsável sobre casos envolvendo lavagem de dinheiro.
O juiz será responsável por aceitar ou não a acusação e decidir se transformará Lula e os outros acusados em réus por tentativa de obstrução de Justiça. Segundo a PGR, eles teriam atuado para comprar por R$ 250 mil o silêncio de Cerveró.
A PGR afirmou ao STF que Lula "impediu e ou embaraçou investigação criminal que envolve organização criminosa, ocupando papel central, determinando e dirigindo a atividade criminosa praticada por Delcídio do Amaral, André Santos Esteves, Edson de Siqueira Ribeiro, Diogo Ferreira Rodrigues, José Carlos Bumlai, e Maurício de Barros Bumlai", e pede a condenação de todos por obstrução da Justiça.
Os investigadores analisaram e-mail, extratos bancários, telefônicos, passagens aéreas e diárias de hotéis. Em depoimento à PGR, Lula disse que jamais discutiu com Delcídio a tentativa de obstruir a delação de Cerveró. A defesa de José Carlos Bumlai tem negado acusações. A defesa de André Esteves declarou que ele não cometeu nenhuma irregularidade.
FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS