domingo, 28 de fevereiro de 2016

SAÚDE : PRAIA DE CARNE DE VACA CONSIDERADA IMPRÓPRIA PARA O BANHO, SEGUNDO CPRH


PRAIAS IMPRÓPRIAS PARA BANHO

Semanalmente, a CPRH disponibiliza, no seu portal, as praias pernambucanas que são consideradas impróprias para o banho.


PERÍODO DE 26 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2016


NA ILHA DE ITAMARACÁ:
Praia de Jaguaribe, em frente à Rua Santina de Barros

EM GOIANA:
Praia de Carne de Vaca, em frente à Igreja Santana na Rua E. M. Lourenço Albuquerque

EM JABOATÃO DOS GUARARAPES:
Praia de Piedade, em frente à Av. Bernardo V. de Melo c/ R. Goiana - Balneário do SESC

EM IPOJUCA:
Praia de Ponta de Serrambi, no Pontal - Quadra 01-01 lote 01-01.

EM SIRINHAÉM:
Praia de Barra de Sirinhaém,  em frente à Escola Municipal Leonildo da Silva.
Praia de Barra de Sirinhaém, em frente ao Loteamento Ondas da Barra.


CLASSIFICAÇÃO

A classificação das praias e rios está baseada nas normas estabelecidas pela Resolução CONAMA nº 274, de 29 de novembro de 2000, que revoga os artigos de nº 26 ao 34 da Resolução Conama nº 20 (18/06/86) e define os padrões de qualidade da água destinada à balneabilidade.    

Segundo essa Resolução, as águas doces, salobras e salinas, destinadas à recreação de contato primário, podem ser classificadas em quatro categorias: excelente, muito boa, satisfatória ou imprópria. O critério de enquadramento, nessas categorias, baseia-se nas concentrações de coliformes fecais ou totais, em um conjunto de amostras de cinco semanas consecutivas. As categorias excelente, muito boa, satisfatória podem ser reunidas em uma única categoria, denominada própria.

Segundo o laboratório de análise da CPRH, uma praia considerada imprópria não está necessariamente infectada por doenças, porém os riscos de contaminação são considerados significativos. A CPRH aconselha aos banhistas que guardem uma distância mínima de 100 metros dos pontos e extremidades das áreas divulgadas como medida preventiva.

FONTE : CPRH

POLÍTICA : Marília Arraes entra no PT com filiação abonada por Lula

Oficialmente, no entanto, a filiação acontecerá na próxima quinta-feira (3), às 18h30, na Câmara de Vereadores do Recife
“Como sempre crescendo na adversidade, com a ficha abonada pelo homem que mudou o Brasil”, disse Marília em foto ao lado de Lula, na descrição de uma foto postada na conta do Instagram dela.  / Foto: Reprodução/Facebook

“Como sempre crescendo na adversidade, com a ficha abonada pelo homem que mudou o Brasil”, disse Marília em foto ao lado de Lula, na descrição de uma foto postada na conta do Instagram dela.


A vereadora do Recife Marília Arraes deixou finalmente o PSB, após quase dois anos de críticas aos socialistas e de postura oposicionista na Câmara dos Vereadores, e se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT) neste sábado(27), durante a festa pelo aniversário de 36 anos dos petistas. Marília teve a ficha de filiação, inclusive, abonada pelo ex-presidente Lula, que chegou no fim da festividade e recebeu apoio das principais lideranças da legenda.
“Como sempre crescendo na adversidade, com a ficha abonada pelo homem que mudou o Brasil”, disse Marília em foto ao lado de Lula, na descrição de uma foto postada na conta do Instagram dela.
Oficialmente, no entanto, a filiação acontecerá na próxima quinta-feira (3), às 18h30, na Câmara de Vereadores do Recife. Entre os presentes, de acordo com o Blog de Jamildo, devem estar o senador Humberto Costa e o ex-prefeito do Recife e atual superintendente da Sudene, João Paulo, que deve contar com o apoio de Marília para disputar a Prefeitura da capital pernambucana neste ano. Nos bastidores, o que se comenta é que se João Paulo, após ter perdido duas eleições seguidas - para vice-prefeito em 2012 e senador em 2014 - não quiser ser, ou não for por outro motivo o candidato petista, seria Marília a indicada.
ROMPIMENTO
Ela, no começo da gestão do prefeito do Recife Geraldo Julio(PSB), apoiava o governo socialista , ocupando o cargo de Secretária de Juventude e Qualificação Profissional. A mudança veio em 2014. Quando ela não recebeu apoio do ex-governador Eduardo Campos(PSB), seu primo, para se candidatar à deputada federal.
Desde então ela vem provocando dores de cabeça na liderança socialista, tendo apoiado em 2014 o nome da presidente Dilma, que disputava a reeleição, e o candidato a governador Armando Monteiro(PTB), que disputava contra o candidato indicado pelo seu primo, o hoje governador Paulo Câmara(PSB).

FONTE : JC ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS