quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

CIDADE : Pista que vai desafogar trânsito na entrada de Olinda recebe 300 metros de asfalto

 

Desde o início do ano a gestão Lupércio realiza obras na Ilha do Maruim, no Bairro de Santa Tereza, com a finalidade de melhorar o trânsito da entrada da cidade, que costuma ficar intenso no horário de pico da volta pra casa. Nesta terça-feira (26.12), mais um importante passo foi dado para a conclusão de uma rota alternativa na Ilha do Maruim, partindo da Avenida Olinda. Cerca de 300 metros da Avenida Beira Canal foram pavimentados. Depois de finalizada, a pista possibilitará aos condutores trafegar no sentido Recife-Olinda, evitando o atual gargalo na região.
Anteriormente, 180 metros haviam sido pavimentados da Avenida Beira Rio. As duas vias- que juntas já tiveram uma extensão de 480 metros beneficiados com asfalto trecho-, serão interligadas e vão formar um trecho alternativo para quem circula pela Marim dos Caetés. Os serviços estão sendo executados pela Secretaria de Obras da cidade.

“É um anseio dos moradores. Essa obra vai valorizar o local, com nova via, iluminação, mais oportunidades na região, segurança, facilitará o acesso dos bombeiros, valorizará o comércio, enfim… Será muito bom para Olinda e para os moradores da Ilha do Maruim. Concluímos esses 480 metros, agora falta bem pouco para finalizarmos esse serviço”, destacou o prefeito Professor Lupércio, que foi conferir o andamento das obras nesta terça (26.12).

“Falta agora resolver apenas as pendências com moradores que possuem casas na direção da via. Os imóveis já passaram por indenização, mas ainda as pessoas não deixaram suas casas. A maioria delas será direcionada para habitacionais, com nova moradia. Vamos resolver essa parte judicial o mais rápido possível para entregar mais uma obra na cidade”, acrescentou o chefe do Departamento de Saneamento e fiscal de obras, Benício Bezerra.

FONTE : INFORME PE

ECONOMIA : Recife fecha semana com inflação acima da média

A capital pernambucana teve alta de 0,13% para 0,25%

Na média das sete capital pesquisadas pela FGV, o IPC-S fechou a semana encerrada no último dia 22, com alta de preços de 0,27% 
Na média das sete capital pesquisadas pela FGV, o IPC-S fechou a semana encerrada no último dia 22, com alta de preços de 0,27%Foto: Pixabay


A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) fechou a semana encerrada no último dia 22 com desaceleração de preços em cinco das sete capitais pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

As duas capitais com taxa maiores do que a média das sete capitais são Recife (de 0,13% para 0,25%); e Rio de Janeiro, que ao fechar com alta de 0,54%, resultado 0,27 ponto percentual superior à média das capitais, registrou o maior IPC-S do país.

Leia também:
Inflação das férias escolares pesa no bolso dos pais, diz FGV
IPC-S tem leve melhora no Recife e recua em cinco capitais


Na média das sete capital pesquisadas pela FGV, o IPC-S fechou a semana encerrada no último dia 22, com alta de preços de 0,27%, ainda assim registrando desaceleração de 0,07 ponto percentual em comparação com a alta de 0,34% registrada na semana anterior.

Entre as cinco capitais com desaceleração de preços, o principal destaque é Salvador, que depois de ter registrado alta de 0,13% na semana encerrada no dia 15, fechou no dia 22 com deflação (inflação negativa) de 0,04% – com queda de 0,17 ponto percentual.

Das outras quatro capitais com desaceleração de preços, duas fecharam com resultados abaixo da média para as sete capitais: Belo Horizonte (de 0,15% para 0,02%, a segunda menor taxa do país); e Porto Alegre (de 0,36% para 0,09%). Em Brasília, a taxa caiu de 0,47% para 0,32% e em São Paulo, de 0,43% para 0,37%.

FONTE : AGÊNCIA BRASIL

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Economia : Petrobras reajusta preço do gás de cozinha em 8,9%


O aumento se deve principalmente à alta das cotações do produto nos mercados internacionais


Gás de cozinha

Gás de cozinha Foto: Leo Motta/ Arquivo Folha de Pernambuco

A Petrobras reajustou em 8,9%, em média, o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, engarrafado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos (kg). O reajuste do gás de cozinha entra em vigor à 0h desta terça-feira (5).

O aumento se deve principalmente à alta das cotações do produto nos mercados internacionais, que acompanha a alta do Brent, (petróleo cru), que indica a origem do óleo e o mercado onde ele é negociado, segundo a Petrobras. Desde que a Petrobras iniciou o ciclo de alta, em agosto, o reajuste acumulado no preço do gás vendido em botijões de 13 quilos chega a 67,8%

Leia tambémMorre mais uma vítima de explosão de botijão de gásDívida pública tem aumento de R$ 8 bilhões em outubro
Aumento de 4,5% no gás de cozinha passa a valer hoje

O percentual anunciado de reajuste leva em contra preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado ao consumidor, a Petrobras estima que o preço do botijão de gás de cozinha de 13 kg deve subir, em média, 4%, ou cerca de R$ 2,53 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

Em nota, o Sindicato das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) afirma que o reajuste anunciado pela Petrobras ainda deixa o preço dos botijões de cozinha de 13kg cerca de 1,3% abaixo do preço de paridade internacional.

FONTES : AGÊNCIA BRASIL E FOLHA DE PERNAMBUCO

CIDADES : Goiana e mais duas cidades poderão integrar Região Metropolitana do Recife

 


Com um olhar global de desenvolvimento econômico e social melhor distribuído no Estado, foi apresentada uma Emenda Modificativa do deputado estadual Ricardo Costa (PMDB) ao Projeto de Lei que será votado, amanhã, na Comissão de Justiça, que tem o objetivo de incluir na Região Metropolitana os munícipios de Escada, Goiana e Vitória de Santo Antão, municípios estes que foram preparados ao longo dos anos para o desenvolvimento social e econômico.
Os requisitos necessários para que isto seja viabilizado são: Evidência ou tendência de connurbação; Necessidade de organização, planejamento e execução de funções públicas ou interesses comuns de duração contínua; Existência de integração funcional socioeconômica, socioambiental e de serviços.
Essa inclusão não trará prejuízo algum aos municípios que integram a RMR e nem tão pouco para o Estado. A medida tem como finalidade colocar os três munícipios no planejamento, no desenvolvimento, nas políticas públicas federais e estaduais, nas discussões econômicas e sociais, nas decisões e rateio de custos relacionados à RMR.
Com esses três municípios fazendo parte da Região Metropolitana do Recife, consequentemente crescerá a potencialidade de desenvolvimento nos seus arredores, nas cidades vizinhas, expandindo assim o crescimento de atuação da RMR. O território da não é expandido há aproximadamente quatro décadas. O acréscimo que a emenda sugere é um cuidado a mais com o futuro do Pernambuco tão sonhado, com isso o desenvolvimento sendo ainda melhor distribuído.
Informações sobre os municípios
Escada – 193,2 hab/KM² e um PIB em torno de 530.000,000, 00 (Quinhentos e trinta milhões de reais) também podemos destacar um investimento inicial de R$ 60.000,000,00 (sessenta milhões de reais) da implantação da petroquímica o qual deverá chegar a R$ 150.000,000,00, (cento e cinquenta milhões de reais) que será responsável pela criação de 70 empregos diretos.
Goiana – 362,17hab/KM ² e um PIB em torno de 900.000.000,00 (Novecentos milhões de reais), e foram gerados importantes investimentos tais como a Fábrica de JEEP e a VIVIX.
Vitória de Santo Antão – 153,7 hab/KM² e um PIB em torno de 1.200,000, 000,00 (Hum milhão e duzentos mil reais) com empreendimentos tais como Metal Frio, a Fábrica da Pitu e a Sadia, que vieram mudar a face do município.

FONTE : BLOG DO ELIELSON

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

INVESTIGAÇÃO : MPF denuncia 31 pessoas acusadas de fraudes usando a Lei Rouanet

 Criada em 1991, a Lei Rouanet concede incentivos fiscais para projetos e ações culturais
 
O Ministério Público Federal (MPF) denunciou 31 pessoas acusadas de participar do esquema que desviou R$ 21 milhões por meio da Lei Rouanet. Os acusados de participar das fraudes descobertas pela Operação Boca Livre, deflagrada em junho de 2016, pela Polícia Federal (PF) devem responder pelos crimes de organização criminosa, estelionato contra a União e falsidade ideológica. A 3ª Vara Federal em São Paulo vai apreciar a denúncia e decidir se dá prosseguimento ao processo.

Segundo as investigações que, além do MPF, envolveram a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União, o Grupo Bellini Cultural desenvolvia projetos fictícios e apresentava contrapartidas ilícitas ao mecanismo de fomento cultural por renúncia fiscal. Criada em 1991, a Lei Rouanet concede incentivos fiscais para projetos e ações culturais. Por meio da lei, pessoas físicas e jurídicas podem aplicar parte do Imposto de Renda devido em projetos culturais.

De acordo com a denúncia, os acusados usavam diversos meios, como notas fiscais falsas, para simular a execução ou superfaturar a prestação de contas dos projetos culturais. Havia também a apresentação de projetos duplicados, usando a mesma ação para justificar a prestação de contas de duas propostas enviadas ao Ministério da Cultura. Ainda segundo a procuradoria, espetáculos e apresentações financiados com os recursos públicos acabam se tornando eventos institucionais fechados.

Os recursos, que dentro das propostas deveriam ser usados para apresentações de orquestras e realização de exposições em cidades do interior ou em áreas periféricas, chegaram até, conforme apontam as investigações, a custear o casamento do um dos sócios do grupo acusado.

Além dos diretores e funcionários da Bellini, são acusados de participar das fraudes representantes das empresas doadoras. Entre as companhias estão uma montadora, um escritório de advocacia, rede de farmácias, rede de loja de eletrodomésticos e empresas de consultoria e auditoria.

Além da análise da documentação apreendida, as provas contra os acusados estão baseadas em cerca de quatro meses de escutas telefônicas.
 
FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

ACONTECE : Sem medo de ser feliz: Fátima Bernardes e Túlio Gadêlha trocam declarações de amor

O casal mostrou que está em sintonia e em clima total de romance

Fátima postou o clique de braços abertos em um passeio de bike 
 Fátima postou o clique de braços abertos em um passeio de bike Foto: Reprodução/Instagram

O primeiro fim de semana do casal Fátima Bernardes e Túlio Gadêlha foi de muito amor. Após assumir a relação para o mundo, os pombinhos postaram cliques em uma região serrana não informada. Apaixonada, Fátima legendou: "quem sabe isso quer dizer amor, estrada de fazer o sonho acontecer", música de Lô e Márcio Borges. Já o pernambucano também descreveu o momento: "... e o meu caminho vai ser teu caminho / Encontraremos a felicidade", música do cantor também pernambucano Zé Manoel. Antes, Fátima postou uma foto com uma moça e escreveu o "oxente" expressão tipicamente nordestina. Só love... 

O clique de Túlio, com camisa aberta e agarradinho com a amada 
O clique de Túlio, com camisa aberta e agarradinho com a amada - Crédito: Reprodução/Instagram

FONTE : BLOG DA ROBERTA JUNGMANN

sábado, 4 de novembro de 2017

Economia : Térmicas mais caras se mantêm acionadas, e luz deve subir mais

A medida deve ter impacto nas tarifas de energia a partir dos reajustes anuais das distribuidoras, quando são calculados os gastos adicionais da taxa ESS, cobrada na conta de luz
Energia 
EnergiaFoto: Reprodução/Internet


O governo decidiu manter em operação térmicas mais caras, apesar do início do período chuvoso, com o objetivo de tentar preservar água nos reservatórios das hidrelétricas brasileiras.

A medida deve ter impacto nas tarifas de energia a partir dos reajustes anuais das distribuidoras, quando são calculados os gastos adicionais da taxa ESS (Encargos de Serviços do Sistema), cobrada na conta de luz.

Leia também:
Aneel avalia mudança de cálculo que pode deixar energia mais cara
BNDES prioriza energia solar e deixa de financiar térmicas a carvão e a óleo

Em reunião nesta sexta (3), o CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico) decidiu autorizar o despacho fora da ordem de mérito, que libera o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) a usar usinas mais caras do que as recomendadas pelo modelo que rege a operação do sistema.

De acordo com o MME (Ministério de Minas e Energia), a medida é necessária porque, com o início do período de chuvas, o preço-limite para o despacho de usinas caiu.
Assim, só poderiam ser usadas usinas com custo de até R$ 493,24 por megawatt-hora (MWh), o que limita o acionamento de parte do parque térmico.

Na reunião, o CMSE permitiu que o ONS permaneça usando usinas com preço de até R$ 702,50 por MWh. A decisão vale para a semana que vem. Na próxima quinta (9), o comitê se reúne novamente para avaliar a situação.

Em 25 de outubro, o CMSE decidiu fazer reuniões emergenciais toda semana, para acompanhar mais de perto a situação dos reservatórios, que já se encontram em níveis inferiores ao período anterior ao racionamento de 2001.

Na quinta (2), os reservatórios do sistema Sudeste e Centro-Oeste estavam com 17,76% de sua capacidade de armazenamento de energia, volume inferior aos 23,19% registrados em novembro de 2001. No Nordeste, os reservatórios estão em 5,78%, abaixo dos 8% do mesmo mês em 2001.

O consumidor já vem sentindo no bolso o efeito da seca, com o pagamento da bandeira tarifária em sua conta de luz. Neste mês, está vigorando a bandeira vermelha patamar 2, que custa R$ 5 por cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A arrecadação com as bandeiras é usada para antecipar recursos às distribuidoras de eletricidade para pagamento de energia mais cara comprada no mercado.

Ainda assim, na terça (31), a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) autorizou o uso de cerca de R$ 1 bilhão da Conta de Energia de Reserva (Coner), também cobrada na conta de luz, para ajudar as distribuidoras a liquidar contratos de fornecimento de energia em setembro. As empresas, porém, afirmam que o montante é insuficiente. 

FONTE : FOLHAPRESS

DIVULGAÇÃO : NÔ ALBERTIM FACESHOP

Gente Se Liguem nessa novidade que vem dando certo !
Se você quer anunciar, vender ou qualquer outro entretenimento, 
é só chamar Nô Albertim do programa Nô Albertim Faceshop,
que ele vai até você !
Preço que cabe no seu bolso !
O programa é realizado pela live do facebook que é
sucesso garantido !

Link Do Facebook : 

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Turismo : Recife terá ônibus turístico de dois andares a partir de fevereiro


A linha turística usará dois ônibus com capota retrátil, conhecidos como "double deck" e usados em cidades como Paris, Londres e Nova York
 Ônibus deste tipo já são usados em cidades como Paris, Londres e Nova York
 Ônibus deste tipo já são usados em cidades como Paris, Londres e Nova York 
Foto: Divulgação


Dois ônibus turísticos, no estilo jardineira, ganharão as ruas do Recife a partir de fevereiro do próximo ano. Serão oito viagens diárias em um trajeto de 27 quilômetros partindo da praça de Boa Viagem, na Zona Sul da capital, e retornando ao mesmo local. A linha turística usará dois ônibus de dois andares com capota retrátil, conhecidos como "double deck" e usados em cidades como Paris, Londres e Nova York. O ticket custará 45 reais e vale para o dia todo.A jardineira terá capacidade para 74 passageiros, sendo 17 no primeiro andar e 57 no segundo, e cada viagem deverá durar aproximadamente uma hora e cinquenta minutos.  O intervalo entre as saídas será de uma hora. Serão disponibilizados ainda, através de sorteio, 50 bilhetes para alunos e professores da rede pública de ensino. O projeto deverá ser ampliado até junho de 2018 para Olinda, no entorno do Mercado Eufrásio Barbosa, e até o final do mesmo ano para Jaboatão dos Guararapes. 
Leia também:
Recife está na mira do Hard Rock Cafe
Temporada de cruzeiros no Recife espera 35 mil visitantes em 2017

Este projeto é um desejo antigo da comunidade turística do Estado e terá participação da iniciativa privada, através da empresa pernambucana 2G. A jardineira deverá atender aos turistas durante o Carnaval, segundo o secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras. “A nossa ideia é que já esteja disponível para o Carnaval. A partir do anúncio, contamos um prazo de 90 dias para o início das atividades. Nossa ideia é, inclusive, encurtar esse prazo”, afirmou.

Ao longo do caminho, os passageiros poderão embarcar e desembarcar quantas vezes quiser em 11 pontos como Praça do Arsenal, Forte do Brum, Cais da Alfândega, Praça da República, Casa da Cultura, Forte das Cinco Pontas e Parque Dona Lindu. As paradas serão sinalizadas e instaladas próximas às estações do Bike PE. Os ônibus terão audiodescrição em três idiomas: português, inglês e espanhol, além de porta-bicicletas com três vagas, climatização no primeiro andar e assentos especiais para cadeirantes e obesos. Crianças abaixo de sete anos não precisarão pagar o bilhete.
"O projeto tem cerca de cinco anos em estudo e finalmente foi destravado. As pessoas poderão conhecer a nossa cidade sobre uma nova perspectiva e um novo olhar", disse a secretária de Turismo do Recife, Ana Paula Vilaça. 

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

UTILIDADE PÚBLICA : CAMPANHA TAXISTAS SOLIDÁRIOS








Gente estou aqui divulgando este vídeo para voces no engenho em Vitória De Santo Antão, para quem puder ajudar com alimentos para estas familias. Eu agradeço no fundo do meu coração. O meu contato é no celular o numero (81) 98810.1181 pachequinho.
Sou Taxista do Hiper Bompreço em Casa Caiada, eu e mais três colegas Régis, Rosimar, Sandra e Pachequinho.
As doações poderão ser feitas até o dia 15/11/2017

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

DICAS DE TURISMO : PRINCIPAIS ROTAS AOS TURISTAS QUE VEÊM AO ESTADO PERNAMBUCANO

MUSEU CÍCERO DIAS - ESCADA/PE

AVENIDA 7 DE SETEMBRO -
CONDADO/PE

CENTRO DA CIDADE DE ALIANÇA/PE

GOIANA/PE

Cotidiano : Campanha arrecada R$ 60 mil para comprar equipamento para o Imip

O valor foi arrecadado durante o Dia do Pão Solidário, ação da rede de supermercados Arco-Mix junto com Grupo de pais do Imip
Juliane e Geraldo, pais de Felipe 
Juliane e Geraldo, pais de Felipe Foto: Cortesia


O setor de oncologia pediátrica do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip) receberá, nesta sexta-feira (27), um cheque no valor de R$ 60.700.52 para comprar o equipamento VeinViewer, que facilita a visualização das veias das crianças. O valor foi arrecadado durante o Dia do Pão Solidário, ação da rede de supermercados Arco-Mix junto com Grupo de pais do Imip.

O valor foi 20% acima do esperado pelos organizadores. A ação está na sua segunda edição e conseguiu o valor seis vezes maior do que a campanha do ano passado.
A presidente do Imip, Silvia Rissin, e o presidente da Arco-Mix, Edivaldo Guilherme Santos, estarão presentes na entrega do cheque na Fundação Alice Figueira, no térreo do Hospital Pedro II, nos Coelhos, prédio anexo do Imip.
 
FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

ECONOMIA : Presidente do TRF1 cassa liminar que suspendia realização dos leilões do pré-sal



Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil

 
 A previsão é de leilão de oito blocos de exploração de petróleo e gás natural 
Arquivo/Agência Brasil




O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), desembargador Hilton José Gomes de Queiroz, cassou a liminar do juiz Ricardo de Sales, da 3ª Vara Federal Cível do Amazonas, de suspender os leilões de partilha de blocos do pré-sal, marcados para hoje (27), no Rio de Janeiro. A informação é da Advocacia-Geral da União (AGU), que no começo da manhã havia ajuizado um recurso contra a liminar.
As segunda e terceira rodadas de leilão de partilha ocorrem quatro anos depois do primeiro leilão, envolvendo a área de Libra e é o primeiro que não contará com a Petrobras como operadora única. De acordo com a Lei 12.351/2010, a Petrobras deveria ser a única operadora do pré-sal, mas uma lei de 2016 acabou com essa obrigatoriedade. A previão é de que deverão ser licitados oito blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural.
A liminar tinha sido concedida em atendimento a uma solicitação do Sindicato dos Petroleiros do Amazonas, que questionou alterações na lei que determinava que a Petrobras fosse a única operadora do pré-sal, com uma participação de pelo menos 30%.
Com novas regras e flexibilizações, o leilão de hoje, que tinha início previsto para as 9h no Hotel Grand Hyatt, na Barra da Tijuca, chamou a atenção de gigantes petrolíferas do mundo e a expectativa é gerar investimentos bilionários para o país. Entre as 16 empresas habilitadas pela ANP para participar das duas rodadas do leilão estão as americanas Exxon/Mobil e Chevron, a espanhola Repsol, a britânica Shell, a francesa Total, a norueguesa Statoil e as chinesas Cnooc e CNPC.



Saiba Mais
 



   
FONTE : AGÊNCIA BRASIL


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS