sábado, 24 de dezembro de 2016

POLÍTICA : Gestão Professor Lupércio anuncia secretariado na próxima segunda em Olinda

Evento começa às 10h, no Hotel Sete Colinas, com os nomes oficiais da gestão
O prefeito eleito afirmou que ainda fará uma análise de obras incompletas em Olinda. Foto: Ricardo Fernandes/DP
O prefeito eleito afirmou que ainda fará uma análise de obras incompletas em Olinda. Foto: Ricardo Fernandes/DP

Na próxima segunda-feira, 26, o professor Lupércio, prefeito eleito de Olinda, vai anunciar o seu secretariado. O evento vai acontecer às 10h no Hotel Sete Colinas,com a divulgação dos nomes que irão fazer parte do Executivo municipal na gestão do prefeito.
 
O vice-presidente de Suape, Evandro Avelar, pode ser responsável por alguma pasta de infra-estrutura, uma das questões mais importantes para Olinda. Ao Diario,Evandro não deu certeza da participação, porém não negou o convite.

O prefeito afirmou que faria uma análise de obras incompletas no município nos seis meses iniciais da sua gestão. Olinda, mesmo sendo um dos principais municípios para o estado, carrega índices negativos em diversas áreas. A cidade possui apenas 40% de saneamento, tem um hospital público e uma maternidade. 

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

sábado, 17 de dezembro de 2016

TURISMO : Sobre Igarassu

Cidade de Igarassu

Igarassu é uma cidade do estado brasileiro Pernambuco. Situado no litoral, faz parte da Região Metropolitana do Recife. Administrativamente é formado pelos distritos sede, Distrito de Nova Cruz e Distrito de Três Ladeiras.
História
O local onde hoje fica o município de Igarassu era habitado por índios Caetés. Porém, em 1535, o donatário Duarte Coelho desembarcou no local para tomar posse de sua capitania, doada pela Coroa Portuguesa, travando um combate com os índios no local onde hoje está erguida a igreja dos Santos Cosme e Damião. Por ordem de Duarte Coelho, foi instalado um marco de pedra, servindo de ponto divisório entre as capitania de Pernambuco e capitania de Itamaracá, dando início ao processo de colonização da região. Por volta de 1564, foi elevado à categoria de Vila. O nome Igarassu é de origem tupi e significa "canoa grande" ou "navio". O município foi um dos primeiros núcleos de povoamento português no Brasil.
cidade Igarassu localiza-se no litoral norte da região metropolitana de Recife e possui um dos patrimônios mais invejáveis e expressivos da arquitetura de cunho civil e religioso do Brasil. Lá, se encontra a mais antiga igreja em funcionamento do país (1535): a de São Cosme e Damião, a quem é atribuído vários milagres, sendo notório o de 1685. Na ocasião, quando as cidades de Recife, Olinda, Itamaracá e Goiana foram assoladas pela febre amarela, Igarassu escapou ilesa da praga.
O passado de Igarassu é marcado pela sua participação em lutas libertárias, como a Revolução Praieira, quando as tropas do coronel Manuel Pereira de Morais ficaram instaladas no Convento de Santo Antônio, construído em 1588 pelos Franciscanos. Hoje, no local, funciona o Museu Pinacoteca, que guarda um dos acervos mais representativos da pintura da fase colonial brasileira.
Turismo
Sítio Histórico de Igarassu
O Sítio Histórico de Igarassu tem uma área de aproximadamente meio quilômetro quadrado(396.202 m²). É um dos conjuntos arquitetônicos civil e religioso mais antigos e mais bem conservado do Estado de Pernambuco, lugar onde encontram-se os monumentos mais importantes da cidade. Há Museus e Igrejas no seu Centro Histórico, assim como um interessante Casario. O conjunto histórico do nucleamento da cidade foi tombado pelo IPHAN. Merece destaque a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião(ainda está em pé está neste local), a Igreja católica mais antiga do Brasil. Igarassu possui um dos mais antigos Instituto Histórico e geográfico do Brasil, com 59 anos de atividade. atualmente presidido, pelo Sr. Valbério Pereira Cavalcanti.

Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião
A Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião foi construída mediante ordem do Capitão Afonso Gonçalves no ano de 1535 e é a Igreja católica mais antiga de todo o país. Está localizada no Sítio Histórico de Igarassu, e está dedicada aos padroeiros da cidade. Todos os anos no dia 27 de setembro realiza-se nas suas imediações a Festa de Santos Cosme e Damião, considerada uma das festas populares mais antigas do Brasil. No ano de 1951 foi declarada Patrimônio Histórico Artístico Nacional.

Convento do Sagrado Coração de Jesus
O Convento do Sagrado Coração de Jesus está localizado no Sítio Histórico de Igarassu, Largo dos Santos Cosme e Damião, perto da Igreja Matriz. É um convento de estilo barroco que destaca pelas cinco belas janelas do andar superior de sua Igreja, cujo interior encontram-se guardadas quatro belas imagens de tamanho natural.

Museu Histórico de Igarassu
O Museu Histórico de Igarassu está localizado no interior de três belas casas do século XVIII situadas no Largo dos Santos Cosme e Damião, entre a Igreja Matriz e a Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Foi fundado no ano de 1954 e no seu interior se expõem várias coleções de restos arqueológicos, arte sacra, móveis, selos e documentos, entre outras coisas, que nos ensinam um pouco da história deste município.

Casa de Câmara e Cadeia
A Casa de Câmara e Cadeia de Igarassu foi construída a meados do século XVIII e foi a de maiores dimensões até a construção no século XIX da Casa de Detenção do Recife. Está localizada no Sítio Histórico, Outeiro do Largo dos Santos Cosme e Damião.

Marco de Pedra
O Marco de Pedra é um monumento formado por uma estrutura quadrangular, sobre a qual está situada uma coluna cilíndrica decorada com o escudo das quinas. Era o ponto que delimitava nas suas origens as capitanias de Pernambuco e Itamaracá.

Convento de Santo Antônio
O Convento de Santo Antônio foi construído a finais do século XVI, Terceiro convento construído no Brasil pelos padres franciscanos. Situado à Rua Marechal Hermes da Fonseca, em estilo barroco que no século XVII foi ampliado e transformado na Escola de Noviços e mais tarde no ano de 1848, durante a Revolução Praieira, foi utilizado como quartel-general pelas tropas revolucionárias. Destaca-se a cúpula de sua Igreja e sua sacristia decorada com belos azulejos. Atualmente é a sede do Museu Pinacoteca de Igarassu.

Museu Pinacoteca de Igarassu
O Museu Pinacoteca de Igarassu está localizado na Rua Barbosa Lima, no Convento de Santo Antônio. Foi inaugurado no ano de 1957 e no seu interior está uma das mais importantes coleções da América Latina, composta de 24 quadros e painéis dos séculos XVII e XVIII, destacando os que pertencem à Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião, que nos mostram os momentos históricos mais importantes do Estado de Pernambuco.

Capela de Nossa Senhora do Livramento
A Capela de Nossa Senhora do Livramento está situada ao lado da Prefeitura Municipal, Praça da Bandeira. Possui uma só cúpula em estilo barroco, construída no século XVIII pelos habitantes da Vila de Igarassu.

Capela de São Sebastião
A Capela de São Sebastião está localizada no Largo de São Sebastião, Sítio Histórico de Igarassu. Em estilo barroco com influência maneirista, construído no século XVIII é muito parecida com a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião. Destaca-se sua única torre campanário situada a um dos lados da sua fachada principal.

Refúgio Ecológico Charles Darwin
O Refúgio Charles Darwin é uma instituição particular localizada em Igarassu com mais de 40 anos. Tem uma extensão de 60 hectares e está situado no interior de uma reserva de mata atlântica, a 8 km do Sítio Histórico. Sua principal função é a de realizar um trabalho de educação ambiental e conservação da natureza. No decorrer de todo o ano é visitada por numerosas escolas e universidades que, acompanhados de monitores especializados, recebem informações sobre a flora e fauna da região e a importância da conservação da Mata Atlântica.


POLÍTICA : Justiça eleitoral reprova contas de Geraldo Julio

Juiz da 6ª Zona Eleitoral deu o veredito. PSB soltou nota e diz que vai recorrer da decisão
O prefeito mostrou tranquilidade e disse que tem convicção na aprovação
O prefeito mostrou tranquilidade e disse que tem convicção na aprovaçãoFoto: Arthur Mota // Arquivo Folha

O prefeito reeleito do Recife, Geraldo Julio (PSB), teve as suas contas de campanha reprovadas, ontem, pela Justiça Eleitoral. Segundo decisão proferida pelo juiz da 6ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Dario Rodrigues Leite de Oliveira, durante a prestação de contas, foram observadas “irregularidades” em contratos com várias empresas.
No despacho, o magistrado também ordenou o pagamento de R$ 1,37 milhão junto ao Tesouro Nacional referente ao Fundo Partidário. Apesar da decisão, o gestor continua apto a se diplomar na próxima segunda-feira e poderá recorrer.
Imediatamente após o comunicado, o PSB, por meio de nota, avisou que vai apelar da decisão. E que não houve qualquer irregularidade. "A coordenação da cam­panha que reelegeu o prefeito do Recife, Geraldo Julio, informa que todas as despesas efetuadas durante o período eleitoral estão comprovadas e não houve qualquer irregularidade nas contas da campanha. Diante da decisão em primeira instância do juiz da 6ª Zona Eleitoral, proferida nesta sexta-feira (ontem), a coordenação jurídica informa que irá apresentar recurso ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, confiante na regularidade que guiou todos os atos da campanha eleitoral", diz o documento. A ação deve ser impetrada na segunda.
Tranquilo
Ontem, após a notícia, o prefeito se mostrou tranquilo. "O nosso jurídico vai apresentar o recurso e o Tribunal vai fazer o julgamento e, certamente, esclarecer e aprovar as contas", minimizou.
O departamento jurídico da campanha também reagiu. "Repudiamos com veemência essa decisão. Temos certeza que a prestação deveria ter sido aprovada sem ressalvas. 

Essa prestação foi feita dentro do que a legislação exige. Foram contratadas empresas conhecidas no mercado. Emitiram notas fiscais. Não há dúvida que o serviço foi prestado, que são conhecidas no mercado e que o dinheiro circulou do fundo para a campanha e da campanha para os fornecedores”, disse o advogado Carlos Neves, garantindo que entrará com recurso na segunda-feira.
MPE
No entanto, há também a possibilidade do Ministério Público Eleitoral ingressar com uma ação. "As contas rejeitadas por si só não o impedem de se diplomar. Agora, a partir dessa desaprovação, cópia do processo pode ser encaminhada para o MPE, que pode, eventualmente, ingressar com uma ação de investigação eleitoral. Se ela prosperar, ele pode ter o diploma cassado e se tornar inelegível", explicou o coordenador da prestação de contas do TRE, Marcos Andrade.
Segundo o despacho, os problemas envolvem a realização de despesas utilizando recursos do Fundo Partidário. Citada nos autos, a R.Maria Ribeiro, por exemplo, é apontada como locatária de 75 veículos para a campanha no valor de R$ 75 mil e prestação de serviço de motorista. Ela, entretanto, não funciona no local . A empresa de locação de equipamento de produção de vídeo Bola de Gude também é citada como inapta a desenvolver operacionalmente os serviços. Outras quatro empresas são mencionadas. A reportagem não conseguiu o contato com as empresas mencionadas.
 FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

COTIDIANO : Apac alerta para a baixa umidade do ar

.
Fiéis devem tomar cuidados com o calor
Pessoas precisam tomar bastante água
Pessoas precisam tomar bastante águaFoto: Divulgação/stock.xchng

Para quem está aproveitando o Feriado de Nossa Senhora da Conceição no Recife, ou nas praias ou prestigiando a Festa do Morro tem que ficar atento a hidratação. A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu às 7 horas nota de alerta de baixa umidade para quase todo o Estado de hoje até sábado, 11

Segundo a agência a presença de uma massa de ar seco sobre o estado de continua inibindo a formação de nuvens e propiciando temperatura elevadas, com valores muito baixos de umidade relativa no Sertão e também no Agreste. Na Região Metropolitana do Recife, devido a proximidade com o mar a umidade mínima está em torno de 50% e na Mata Norte em torno de 35%. 

No Sertão, valores de umidade relativa do ar abaixo de 20% foram registrados no dia de ontem, 07, em Serra Talhada (11%), Ibimirim (11%), Arcoverde (11%), Floresta (14%), Ouricuri (15%) e Salgueiro (16%), 

No Agreste a umidade atingiu valores abaixo de 25% em Águas Belas (11%), Garanhuns (17%), Brejão (16%) e São Bento do Una (21%). 

Ainda de acordo com a nota a umidade relativa do ar deve permanecer com valores abaixo de 20% e com temperaturas que podem atingir os 40°C, no período da tarde no Sertão; e com valores de temperatura acima de 35°C e umidade relativa do ar abaixo de 30%, no Agreste, nos próximos dois dias. 

A Apac citou ainda alguns problemas em decorrência desta baixa umidade do ar como, complicações alérgicas e respiratórias ao ressecamento de mucosas; sangramento pelo nariz; ressecamento da pele; irritação dos olhos; eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos; e aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.

A agência recomenda alguns cuidados que devem ser tomados como, evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas; umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins; sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas; e, é claro, consumir água à vontade.


FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO 

EDUCAÇÃO : MEC decide congelar vagas em universidades federais


Para o próximo ano, o governo federal prevê cortar até 45% dos recursos previstos para investimentos nas federais e o montante estimado para custeio deve ter queda de cerca de 18%.

Com universidades funcionando em prédios alugados e déficit de professores, o Ministério da Educação (MEC) vai congelar nos próximos dois anos a ampliação de vagas no ensino superior em universidades federais. Paulo Barone, secretário da Educação Superior, disse que a prioridade nos investimentos será para "assegurar a continuidade do processo de expansão que está em andamento".

"A prudência recomenda que se consolide o processo de expansão que ainda está em andamento para depois planejarmos novos voos. Estamos trabalhando dessa forma, tentando honrar os compromissos com as instituições, no sentido de garantir o pleno funcionamento dos cursos que foram criados", disse Barone. 

O congelamento deixa o País ainda mais distante da meta do Plano Nacional de Educação que prevê ampliar a taxa bruta de matrícula na educação para 50% da população de 18 a 24 anos - em 2014, a taxa era de apenas 34,2% -, assegurando a qualidade da oferta e expansão para, pelo menos, 40% das novas matrículas no segmento público. 

As instituições federais, que são responsáveis hoje por mais de 60% das matrículas de alunos de graduação na rede pública convivem desde 2014 com o corte de verbas. Algumas maiores, como a Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) enfrentam dificuldades para manter contas básicas em dia, como a de energia elétrica. 

Já as federais que foram criadas ou tiveram expansão para novos câmpus nos últimos cinco anos enfrentam o desafio de continuar recebendo ingressantes no próximo ano e dar andamento para os seus cursos com qualidade. É o caso da Universidade do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), em Minas Gerais, que participou da expansão da rede federal, com a criação em 2013 de dois novos câmpus nas cidades de Unaí e Janaúba. 

Sem prédio próprio, os cerca de 900 alunos dessas unidades estudam em colégios que foram cedidos pelo Estado - a situação provisória tinha como previsão durar apenas um ano. "Reformamos essas escolas, mas chegamos em um ponto em que já não temos mais como receber novos alunos", disse o reitor Gilciano Saraiva Nogueira. Dos R$ 19 milhões previstos no orçamento para investimentos, a universidade recebeu neste ano apenas 50%. 

Além da falta de espaço, Nogueira disse que a universidade ainda não sabe como garantir a continuidade dos cursos por falta de docentes. A primeira turma de alunos do bacharelado em Ciência Tecnológica terminou neste ano o ciclo básico de disciplinas e começa no próximo ano a especialização em Engenharia, mas não há professores para essa etapa. Os câmpus de Unaí e Janaúba tinham pactuado a abertura de mais de 100 docentes para cada, mas só foram liberadas 37 a cada um.

"Não vamos deixar esses alunos na mão. Pedimos ao MEC a liberação para contratar professores temporários. Se não for possível, nossa última opção é fazer aulas modulares e condensadas com professores de outros dos nossos câmpus", disse Nogueira. Os novos câmpus ficam a mais de 400 km de Diamantina, sede da UFVJM.

Situação parecida é a do câmpus de Governador Valadares da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais, criado em 2013, que funciona em um prédio alugado, dividido com uma faculdade particular. A unidade tem cursos como Medicina e Odontologia, mas ainda não possui estrutura adequada para laboratórios. "A gente está fazendo o possível para não chegar na situação de ter de parar a entrada de novos alunos, mas também nos preocupamos em manter esse ingresso com dignidade", disse Peterson Marco Andrade, diretor do câmpus. 

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) foi criada na última expansão da rede, com início de funcionamento em 2014. Com cinco câmpus, em quatro os alunos têm aulas em prédios cedidos ou alugados. A reitora Iracema Santos Veloso disse que as obras estão em andamento, mesmo com o contingenciamento de orçamento de 50% dos R$ 21 milhões previstos. 

"A gente tem o básico, mas, para o ano que vem, já enfrentaremos problemas para laboratórios e exigências mais complexas dos cursos", disse. A Ufob oferece cursos como Veterinária, Engenharias de Biotecnologia e Mecânica.

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) também participou do programa de expansão das federais, tendo sido criado em 2011 o câmpus de Osasco. As aulas de cinco cursos acontecem em um espaço cedido pela Fundação Instituto Tecnológico de Osasco (Fito) até a conclusão da obra do prédio próprio, que teve inicio em julho deste ano.

Recursos
Barone afirmou que a utilização de prédios alugados e cedidos para universidades se deve ao planejamento da expansão, já que as instituições foram criadas antes de ter suas estruturas construídas. Segundo ele, essas instituições terão prioridade de recursos. "Tratamos politicamente esses casos priorizando os que têm situação mais aguda", disse. 

Para o próximo ano, o governo federal prevê cortar até 45% dos recursos previstos para investimentos nas federais e o montante estimado para custeio deve ter queda de cerca de 18%. Enquanto isso, as quatro universidades federais criadas em 2014 - Ufob, Federal do Sul da Bahia (Ufesba), Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Federal do Cariri (UFCA) - têm previsão orçamentária 7% maior do que os R$ 326,7 milhões empenhados neste ano.

No entanto, Barone afirmou que o problema mais "grave" hoje dessas universidades é o déficit de professores. Segundo ele, o MEC solicitou ao Ministério do Planejamento a abertura de 1.200 vagas de professor para 2016 e o mesmo número para 2017, mas elas foram negadas. 

Barone disse que o MEC estuda a contratação de professores temporários e o remanejamento de instituições que ainda não tiveram projetos iniciados. "Nosso compromisso é dar continuidade plena, atuamos para evitar que haja uma situação de estrangulamento no futuro imediato", disse. 

FONTE : AGÊNCIA DO ESTADO

domingo, 4 de dezembro de 2016

ECONOMIA : Consumidores criticam proposta de limitar uso da internet fixa

Segundo a Anatel, o objetivo da consulta à sociedade é colher subsídios técnicos que servirão para fundamentar a decisão da agência sobre as franquias de dados na banda larga fixa

Alguns usuários ciam possíveis dificuldades que terão com a limitação de dados. Arquivo/Agência Brasil
Alguns usuários ciam possíveis dificuldades que terão com a limitação de dados. Arquivo/Agência Brasil

A possibilidade de as operadoras de banda larga limitarem o uso de internet fixa está sendo debatida na internet, em uma consulta pública feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A consulta, que está no ar há 15 dias, já recebeu mais de 1,8 mil contribuições e mais de 12,6 mil pessoas se inscreveram para acompanhar o sistema da Anatel.

Nas mensagens já postadas, a maioria dos usuários critica fortemente a proposta de limitar o uso de internet fixa. Alguns citam possíveis dificuldades que terão com a medida, como no mercado de trabalho ou com a educação à distância. Também há muitas críticas em relação ao serviço prestado pelas operadoras atualmente. Alguns usuários sugerem que, se houver uma franquia, que ela seja de tamanho suficiente para o uso mensal e com preços razoáveis.

Segundo a Anatel, o objetivo da consulta à sociedade é colher subsídios técnicos que servirão para fundamentar a decisão da agência sobre as franquias de dados na banda larga fixa. “Com isso, busca-se ampliar a transparência e fortalecer os mecanismos de participação social no processo regulatório”, informou a Anatel. Além das contribuições por meio do site, a Anatel encaminhou questões a entidades representativas dos diversos setores envolvidos. 

Quem quiser opinar sobre o assunto deve acessar a plataforma Diálogo Anatel, por meio do site www.anatel.gov.br/dialogo. Antes da opinião, é preciso fazer um cadastro com dados básicos, como nome e email. As sugestões podem ser encaminhadas até o dia 11 de janeiro.

A possibilidade de as operadoras de internet fixa adotarem uma franquia de dados, ou seja, um limite máximo de uso mensal, vem sendo discutida desde abril, quando algumas empresas começaram a oferecer pacotes nesses moldes. Inicialmente, a Anatel disse que a regulamentação da agência permite a oferta desse tipo de plano, mas depois o órgão regulador decidiu proibir a prática por tempo indeterminado.

A franquia de consumo de internet já é adotada por empresas que oferecem banda larga móvel. Algumas reduzem a velocidade depois que o limite é ultrapassado, outras cortam o acesso à internet, dando ao consumidor a opção de contratar um pacote de dados maior.

Enquanto a decisão final sobre o assunto não for tomada, com o julgamento do processo administrativo pelo Conselho Diretor da Anatel, as prestadoras que oferecem o acesso à internet por meio de banda larga fixa continuam proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedente nos casos em que os consumidores utilizarem toda a franquia contratada, mesmo se isso estiver previsto no contrato.

FONTE : AGÊNCIA BRASIL

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

COTIDIANO : Comércio e shoppings da RMR têm horário especial em dezembro

Lojas do Centro funcionam todos os dias para as compras de fim de ano
Comércio no centro do Recife
Comércio no centro do RecifeFoto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

O comércio do Centro do Recife e os shoppings da Capital e Região Metropolitana (RMR) funcionam em horário diferenciado durante o mês de dezembro. Com o estímulo das festas de fim de ano e o incremento do pagamento do 13º salário, a expectativa é que este mês se iguale ao mesmo período de 2015, no volume de vendas.
As lojas do Centro passam a abrir todos os dias, inclusive nos domingos e feriados, e os shoppings da RMR também estão com horários diferenciados. Confira a programação:

Centro do Recife
Horário: 9h às 17h (domingos 4, 11 e 18/12 e no feriado do dia 8/12)
Shoppings RMR

Shopping Boa Vista

01 a 10/12 – das 9h às 22h
04 e 11/12 (domingos) – das 9h às 20h
12 a 23/12 – das 8h às 22h
24/12 – das 8h às 19h
26 a 30/12 – das 9h às 21h
31/12 – das 9h às 18h
Plaza Shopping

08/12 – das 10h às 22h
15 a 18/12 – das 10h às 23h
19 a 23/12 – das 9h às 23h
24/12 – das 9h às 19h
25/12 – lojas fechadas. Alimentação e lazer facultativo, das 12h às 21h
26 a 30/12 – das 10h às 22h
31/12 – das 10h às 18h
RioMar Shopping

01 a 15/12 – das 9h às 22h
04 e 11/12 (domingos) – Das 12h às 21h
16 a 23/12 – das 9h às 23h
24/12 – das 9h às 18h
25/12 - lojas fechadas. Alimentação e lazer facultativo, das 12h às 21h
26 a 30/12 – das 9h às 23h
31/12 – das 9h às 18h
Shopping Recife

08/12 – das 9h às 23h
12 a 20/12 – das 9h às 23h
24/12 – das 9h às 18h
25/12 – lojas fechadas. Alimentação e lazer, horário facultativo
26 a 30/12 – das 9h às 22h
31/12 – das 9h às 18h
Paço Alfândega

08/12 - das 12h às 21h
16 a 23/12 - das 9h às 22h
18/12 (domingo) - das 12h às 22h
24/12 - das 9h às 18h
25/12 - todas as operações fechadas
26 a 30/12 - das 10h às 22h
31/12 - das 9h às 18h
Shopping Tacaruna

08/12 - das 9h às 22h
15 a 23/12 - das 9h às 23h
18/12 (domingo) - das 10h às 22h
24/12 - das 9h às 19h
25/12 - lojas fechadas. Alimentação e lazer facultativo, das 12h às 21h. Cinemas a partir das 14h
26 a 30/12 - das 9h às 22h
31/12 - das 9h às 18h
Shopping Guararapes (Jaboatão dos Guararapes)

08 a 18/12 - das 9h às 23h
19 a 23/12 - das 9h à meia-noite
24/12 - das 9h às 19h
25/12 - lojas fechadas. Alimentação e lazer facultativo, das 12h às 21h
26 a 30/12 - das 9h às 22h
31/12 - das 9h às 18h
North Way Shopping (Paulista)

08/12 – das 12h às 21h
17 a 23/12 – das 9h às 23h
18/12 (domingo) – das 10h às 22h
24/12 – das 9h às 19h
25/12 - lojas fechadas. Alimentação e lazer, das 12h às 21h
26 a 30/12 – das 9h às 22h
31/12 – das 9h às 19h
FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

COTIDIANO : Policiais civis paralisam atividades contra PEC 55

Apenas o serviço de flagrante de delito irá funcionar nas delegacias do Estado, informou o Sinpol-PE
Presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros
Presidente do Sinpol, Áureo CisneirosFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Apenas o serviço de flagrante de delito irá funcionar nas delegacias do Estado nesta sexta-feira (25), de acordo com o Sindicato dos Policiais de Pernambuco (Sinpol-PE). A categoria aderiu à paralisação nacional contra a Proposta de Emenda Constitucional 55 (antiga 241), conhecida como a PEC do teto dos gastos, que visa o congelamento do orçamento da União pelos próximos 20 anos. 

A adesão ao ato foi aprovada pelos policiais civis em assembleia geral realizada no último dia 16 de novembro, na sede da entidade, em Santo Amaro. Segundo o presidente da entidade, Áureo Cisneiros, uma manifestação está agendada para as 16h na Praça do Derby, na área central do Recife. As centrais sindicais e movimentos sociais apoiam a mobilização e uma passeata deve ocorrer em direção ao Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado. 

“O Sinpol-PE não vai admitir retrocessos nos direitos dos trabalhadores. Por isso, vamos estar sempre nas ruas protestando em defesa das nossas conquistas”, afirmou Áureo. 

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

sábado, 19 de novembro de 2016

COTIDIANO : Vaquejada está proibida em Pernambuco

Com cumprimento do MPPE à determinação do STF, produtores têm que recorrer à Justiça para tentar realizar o evento
No Nordeste há cerca de quatro mil provas por ano gerando 600 mil empregos diretos
No Nordeste há cerca de quatro mil provas por ano gerando 600 mil empregos diretosFoto: Alfeu Tavares
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) emitiu uma nova nota técnica na qual afirma que os Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) agora não são mais mecanismos que asseguram a continuidade das vaquejadas no Estado. O documento traz série de orientações aos promotores de Justiça com atuação na defesa do meio ambiente a fim de guiá-los no trabalho voltado ao esporte, de forma que garantam o bem-estar dos animais.
Com o cumprimento do MPPE à determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), produtores desse tipo de evento terão que recorrer à Justiça com antecedência, caso queiram realizá-lo, ainda assim sem a garantia de que o pedido será atendido. No Nordeste há cerca de quatro mil provas por ano, de acordo com dados da Associação Brasileira de Vaquejada (Abvaq), gerando 600 mil empregos diretos. Com a proibição, esse seria o contingente de desempregados. Uma reunião para discutir o assunto ocorreu na tarde de ontem na sede do MPPE.
"O próprio STF determinou que, a partir da publicação da ata da sessão de julgamento no Diário da Justiça, não seria necessário esperar o acórdão, ou seja, a decisão já valeria automaticamente para todo o País. Nisso Pernambuco está incluso. O Ministério Público não pode se omitir a uma decisão judicial da Suprema Corte embora, particularmente, eu entenda que as vaquejadas que seguem os TACs agem legalmente. Mas não há muito o que fazer", explicou o coordenador do Caop Meio Ambiente, promotor André Felipe Menezes. Por 6 votos a 5, o STF determinou, no dia 6 de outubro, a proibição do esporte tradicional do Nordeste. Pela votação acirrada, Menezes acredita que, embora a decisão seja da Suprema Corte, caberá recurso. "O Tribunal de Justiça da Paraíba, por exemplo, concedeu decisão judicial mostrando-se favorável à continuação da vaquejada sob a justificativa de que o julgamento do Supremo comporta recurso", exemplificou o promotor.
Por outro lado, associações em defesa à vaquejada insistem que a determinação do STF é infundada e que não houve acompanhamento da evolução do tradicional esporte nem audiência pública antes de considerá-la uma prática ilegal por promover maus-tratos aos animais. Para o vice-presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo de Quarto de Milha (ABQM), Sérgio Moura, a decisão da Corte Máxima de querer pôr fim às competições é só um reflexo de que não houve acompanhamento da evolução do tradicional esporte. "Uma determinação que julgou um lado só. Nem houve audiência pública para termos a oportunidade de mostrar como a vaquejada evoluiu. É revoltante ver que essa decisão infundada veio de ministros que não têm entendimento nenhuma para julgar", analisa.
Dois lados
A presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, Erivânia Camelo, confirma a versão de que não há maus-tratos. De acordo com ela, hoje são colocados protetores nas caudas dos bois, as esporas não são mais pontiagudas (ganharam formato arredondado), as cortadeiras e breques não ferem mais o nariz dos cavalos e o uso de chicotes é proibido. "Além disso, acabando-se uma vaquejada vai zerar o controle de zoonoses feito pela Adagro. Vai desempregar muita gente. Falam tanto de maus-tratos, mas eu ainda não vi nenhum animal sofrer um acidente durante o evento. Inclusive uma equipe veterinária fica de plantão 24 horas", pontua.
Já a ativista animal Goretti Queiroz comemorou. "A gente recebe a notícia com tranquilidade, porque era exatamente isso que esperávamos do MP no cumprimento na decisão do Supremo. A partir de agora, as promotorias dos municípios devem proibir as vaquejadas. Com isso, a sociedade toda ganha. Sabemos de relatos de psicólogos de que crianças que são expostas a maus-tratos animais perdem sensibilidade e pensam que a violência é algo banal".
 FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

terça-feira, 15 de novembro de 2016

TURISMO : Os argentinos descobriram o Nordeste

Porto é um dos locais favoritos dos argentinos
Porto é um dos locais favoritos dos argentinos

Um Total de 956 milhões de gringos viajaram em todo o mundo entre janeiro e setembro de 2016,de acordo com a Organização Mundial do Turismo. O número representa um aumento de 34 milhões a mais do que em 2015, cerca de 4% mais. Segundo a Embratur, em 2015, dos 6,3 milhões de gringos, 2 milhões eram argentinos. Desse total, 80% vieram por Turismo. Atualmente, 267 voos semanais ligam os dois países. Os estados fronteiriços ganham vantagem. Cerca de 587 mil veio para o NE.

FONTE : BLOG SOCIAL MIRELLA MARTINS

POLÍTICA : LIMINAR - JFPE determina indisponibilidade de bens e valores de dirigentes da Hemobrás por improbidade

Decisão também decretou afastamento de Rômulo Maciel Filho, diretor-presidente da Hemobrás, e Marisa Peixoto Veloso Borges, gerente de Plasma e Hemoderivados

Uma decisão da 1ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) determinou a indisponibilidade de bens e valores e afastamento do sigilo fiscal de três dirigentes da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), sediada em Goiana, e das empresas Farma Logística e Armazéns Gerais, Biomedica Distribution Mercosure e Atlantis Logistica Importadora e Exportadora, além de três de seus sócios. A liminar em Ação Civil de Improbidade Administrativa foi impetrada pelo Ministério Público Federal e deferida na íntegra.

A decisão também decretou o afastamento de Rômulo Maciel Filho, diretor-presidente da Hemobrás, e Marisa Peixoto Veloso Borges, gerente de Plasma e Hemoderivados. De acordo com o MPF, os dois, juntamente com Guy Joseph Victor Bruere (que já se desligou da empresa pública), teriam desviado recursos que geriam em razão de seus cargos.

De acordo com o MPF, em acordo com os empresários, os agentes públicos réus teriam implementado um esquema de superfaturamento dos valores acordados em contrato com o consórcio. Ainda segundo o órgão, o Consórcio Luftbomi-Atlantis, responsável pela arrecadação de sangue nos hemocentros nacionais, é pago pela Hemobrás em cima de uma soma que leva em conta quantidade de plasma e distância percorrida para a entrega. Para o Ministério Público, os réus teriam realizado “condutas fraudulentas, tais como elevação da real quilometragem percorrida pelos veículos do Consórcio no transporte de plasma, fazendo uso de conhecimento de transporte, notas fiscais e leitura de quilometragem falsos”.

Segundo a petição do MPF, “a fábrica da Hemobrás em Goiana foi concebida para tornar o país autossuficiente na produção de medicamentos”, mas atrasos na obra obrigaram a empresa pública a continuar exportando plasma para a França, e, consequentemente, importando os medicamentos já prontos como vinha fazendo. A conduta ilícita teria começado em dezembro de 2013, quando uma Resolução da Anvisa (nº 5530) suspendeu  essa exportação. Com o tempo, isso acarretou o acúmulo de plasma no estoque da Hemobrás.

O MPF esclarece que “o armazenamento por tempo indeterminado de plasma demanda rigoroso controle de condições sanitárias (isolamento e temperatura), o que eleva sobremaneira os custos do serviço ajustado (coleta e transporte)”.

As condições precárias e o tempo excessivo de armazenagem teriam resultado na inutilização do plasma para produção de medicamentos hemoderivados e também no seu consequente descarte. Isso tudo teria gerado um prejuízo aos cofres públicos em torno de 31 milhões de reais.

A liminar determinou, portanto, a indisponibilidade de bens e valores dos réus no valor acima mencionado, somado ao mesmo valor por multa civil como sanção autônoma e mais cerca de 5,2 milhões decorrentes do superfaturamento. Os empresários do consórcio denunciados pelo Ministério Público foram Fernando Luft, sócio-administrador dos dois empreendimentos integrantes do Consórcio, Juliana Cunha Siqueira Leite e Delmar Siqueira Rodrigues, sócia-administradora e conselheiro (e gestor oculto, segundo o MPF) da Atlantis Logística, respectivamente.

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

ACONTECE : Roberto Carlos perde processo contra homônimo

Cantor pediu para que corretor parasse de usar o nome "Roberto Carlos"
Roberto Carlos perdeu o processo contra um corretor homônimo
Roberto Carlos perdeu o processo contra um corretor homônimo                                Foto : Reprodução

Roberto Carlos perdeu mais uma batalha judicial. O artista entrou em 2014 com um processo na 15ª Vara Cível de São Paulo para que um corretor homônimo retirasse seu nome da imobiliária do qual ele é proprietário, em Vila Velha, no Espírito Santo. "Nós não vivemos em uma monarquia. Nunca entendi essa história de rei. O Brasil é um país democrático e eu tenho o direito de usar o meu nome", desabafou o corretor de imóveis Roberto Carlos Vieira, em entrevista ao UOL, ao saber que ganhou uma batalha movida pelo cantor famoso. Ainda cabe recurso. "O que eu posso fazer se eu tenho esse nome desde que eu nasci?", disse.

Com a decisão, o corretor poderá retomar o nome da sua empresa, alterado há dois anos para "Imobiliária Glória", sob risco de multa diária de R$ 1 mil. Agora, Roberto Carlos Vieira pretende processar o cantor Roberto Carlos para pedir uma indenização. O cantor Roberto Carlos também é dono de uma incorporadora imobiliária. A empresa, batizada de "Emoções Incorporadora", investe nas construções de apartamentos e escritórios de luxo no Brasil.

FONTE : BLOG DA ROBERTA JUNGMANN

ECONOMIA : ANS regulamenta a venda de planos pela internet

Comercialização deve seguir o mesmo padrão quanto à divulgação de informações sobre produtos e aos documentos necessários para a transação 

Uso de planos de saúde no Brasil
Uso de planos de saúde no BrasilFoto: Cristiana Dias/Folha de Pernambuco
Após quatro meses de discussão a respeito da regulamentação para a comercialização de planos de saúde através da Internet, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) criou regras que darão mais segurança ao beneficiário na hora de escolher um plano por meio das plataformas digitais.
O que muda, a partir de agora, é que a comercialização deve seguir o mesmo padrão quanto à divulgação de informações sobre produtos disponíveis para venda e aos documentos necessários para a transação.
Já em relação aos prazos, tanto para a contratação de planos individuais quanto coletivos (por adesão ou empresariais), a operadora deverá, no máximo de 25 dias corridos, concluir o processo de contratação e disponibilizar as opções de pagamento.
Caso seja necessária a realização de perícia ou de entrevista qualificada, a operadora deverá oferecer ao consumidor no mínimo três opções de data e horário, dentro do prazo de 25 dias corridos.
A ANS ressalta que, antes de finalizada a contratação por meio eletrônico, as operadoras devem apresentar as informações do contrato. Como, por exemplo, o nome comercial e o número de registro do plano. “Todos os guias e manuais obrigatórios na contratação presencial devem estar disponíveis para impressão ou download e assinatura pelo interessado“, informou a ANS através de nota.
A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), em nota, diz ver a medida com otimismo e que a prática segue uma tendência natural do mercado. O serviço começará a funcionar a partir dos primeiros meses de 2017.
FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

SANEAMENTO : Compesa inicia obras e interdições em Olinda


Três intervenções serão feitas em Bairro Novo

A partir das 22h desta sexta, a Companhia Pernambucana de Saneamento começa três intervenções pontuais para a recuperação da rede coletora de esgoto da Avenida Carlos de Lima Cavalcante, no Bairro Novo, em Olinda. As obras serão executadas durante o mês de novembro.

A primeira das obras será a substituição de três metros de tubulação a  uma profundidade de dois metros e meio e diâmetro de 150 milímetros, nas imediações do imóvel de número 1.045 da avenida. Para tanto, será preciso interditar parcialmente a via da direita, no sentido Casa Caiada – Bultrins. Os veículos que trafegam pelo local farão o desvio na própria avenida Carlos de Lima Cavalcanti. A previsão é concluir a ação  até o dia 13 deste mês.

Com o término da primeira obra, serão iniciadas as outras duas intervenções, cujas datas ainda serão definidas entre a Compesa e a Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda. Nessa etapa, será recuperado um trecho de seis metros da rede coletora de esgoto localizados no mesmo lado da avenida Carlos de Lima Cavalcanti.

Com a conclusão desse conjunto de obras, o sistema de esgotamento sanitário que atende os bairros de Casa Caiada, Bairro Novo e Rio Doce terá seu funcionamento mais eficiente e vai beneficiar diretamente os moradores das ruas Coronel João Manguinhos, Dr. Manoel de Barros Lima, José Augusto Braga, Carlos Pessoa Monteiro, Manoel dos Santos Moreira, Coronel Frederico Lundgren, Santa Ana e Avenida Carlos de Lima Cavalcante.

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

domingo, 6 de novembro de 2016

DIVERSÃO : ACONTECE - Petrolina no circuito oficial de Carnaval de Pernambuco

Prefeito eleito, Miguel Coelho garantiu recursos com a Secretaria de Turismo
O secretário Felipe Carreras e o prefeito eleito Miguel Coelho, em reuniu que garantiu a inclusão de Petrolina na rota oficial do Carnaval de Pernambuco
O secretário Felipe Carreras e o prefeito eleito Miguel Coelho, em reuniu que garantiu a inclusão de Petrolina na rota oficial do Carnaval de Pernambuco - Foto/Divulgação

A capital do São Francisco agora faz parte do circuito oficial de Carnaval de Pernambuco. A garantia foi dada pelo secretário estadual de Turismo, Felipe Carreras, ao prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho, em reunião nesta sexta (4), no Recife.

Petrolina terá mais recursos para montar a sua programação. “Petrolina, que já tem um São João de grande destaque, agora certamente terá uma folia que nos próximos anos será referência no Sertão", comemorou Miguel.

O prefeito eleito coloca como prioridade a requalificação do bodódromo e recuperar as rotas turísticas do parque de vaquejada, Tapera e das ilhas.


FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

POLÍTICA : Débito trabalhista e indenizações

Já a AF Andrade Empreendimentos e Participações foi condenada a pagar somente indenização por danos morais e materiais. A decisão é do juiz Samuel Batista de Sá
Família do piloto Marcos Martins  será indenizada
Família do piloto Marcos Martins será indenizadaFoto: Facebook

A Justiça do Trabalho de São Paulo condenou o PSB e os empresários João Carlos Lyra e Apolo Santana Vieira a pagarem débitos trabalhistas, mais indenizações por danos morais e materiais à família do piloto Marcos Martins, que comandava a aeronave em que morreu o candidato à presidência Eduardo Campos, em agosto de 2014. Além do candidato e do piloto, morreram no acidente o copiloto e quatro assessores. Já a AF Andrade Empreendimentos e Participações foi condenada a pagar somente indenização por danos morais e materiais. A decisão é do juiz Samuel Batista de Sá.
A Justiça declarou a existência de vínculo de emprego entre o piloto e os réus -PSB e os empresários- entre 28/04/2014 até 13/08/2014, na função de comandante de aeronave e com remuneração mensal de R$ 28 mil. “São os reais e verdadeiros empregadores do falecido, pois tais réus possuíam a posse da aeronave, remuneraram o comandante Marcos Martins e dirigiram a prestação de serviços dele”, disse o juiz .
Além dos débitos trabalhistas, o juiz entendeu que o PSB e os empresários contrataram os pilotos sem o treinamento necessário para comandar a aeronave específica e que devem ser responsabilizados por isso, indenizando a família do piloto por danos morais e materiais.
“Os réus contrataram o comandante Marcos Martins para operar uma aeronave diferenciada e não passaram a ele os treinamentos e a formação necessária para tal finalidade. Vale dizer, o piloto Marcos Martins não estava integralmente qualificado para pilotar a referida aeronave CE 560XLS+ e os seus empregadores nada fizeram a respeito e tal omissão é culposa”, diz a decisão.
Sobre a AF Andrade, o juiz, no entanto, entendeu que o contrato de arrendamento da aeronave não foi formalizado e disse que o que prevalece é o que chamou de “responsabilidade solidária”, condenando a empresa a pagar danos morais e materiais.
Em nota, o PSB disse que respeita a decisão judicial, mas que iria recorrer. “O PSB respeita a decisão da Justiça, mas ingressará com um recurso”, diz o texto.
 FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS