domingo, 31 de janeiro de 2016

COTIDIANO : Protesto contra a falta de energia em Igarassu paralisa a BR-101

Moradores de Igarassu realizaram protesto durante este domingo (31) por conta da falta de energia elétrica, que persiste desde a última sexta-feira (29). Os manifestantes fecharam os dois sentidos da via, na altura do Km 43, próximo à Faculdade de Igarassu (Facig).
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o ato começou por volta das 10h30, e somente por volta das 15h30 os participantes concordaram em desbloquear a estrada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a limpeza do local, já que havia material queimado. O trânsito ficou parado por muito tempo, gerando engarrafamento de 5km em cada sentido da via. Agora, o tráfego já flui com normalidade.

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

EVENTO CULTURAL : Molejo e Terra Samba no I Love Cafusú

Molejo e Terra Samba no I Love Cafusú
RECIFE/PE

Nesta quinta-feira (3), a produção do 12º. Baile I Love Cafusú divulgou as atrações do evento, que será realizado no dia 29 de janeiro e os amantes do brega já podem começar a preparar suas fantasias. A festa ficará por conta das bandas, Molejo, Terra Samba e Labaredas.
Serviço
12º Baile de Gala do I Love Cafusú
29 de janeiro de 2016
Clube Internacional do Recife (R. Benfica, 505 - Madalena, Recife)
22 horas
Ingressos custam R$ 100,00 (inteira), R$ 75,00 (inteira social + 1kg de alimento) e R$ 50,00 (meia)

Endereço do Evento: 
R. Benfica, 505 - Madalena, Recife
 
 
FONTE : LEIA JÁ

ECONOMIA : Cobrança adicional na conta de luz será menor em fevereiro

 Em fevereiro, os consumidores de energia elétrica pagarão adicional R$ 3 para cada R$ 100 quilowatts-hora consumidos, em vez dos R$ 4,50 pagos atualmente

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira que a bandeira tarifária que será aplicada para o próximo mês continua sendo a vermelha, mas em um patamar mais baixo do que o cobrado anteriormente.

Em fevereiro, os consumidores de energia elétrica vão pagar um adicional R$ 3 para cada R$ 100 quilowatts-hora consumidos, em vez dos R$ 4,50 pagos atualmente.

Na última terça-feira, a Aneel aprovou mudanças no sistema de bandeiras tarifárias. Assim, a bandeira vermelha terá dois patamares: o de R$ 3 e o de R$ 4,50, aplicados a cada 100 kWh. O valor da bandeira amarela também foi atualizado passando de R$ 2,50 para R$ 1,50.

A Aneel explicou que o novo patamar foi possível por causa do desligamento de termelétricas de maior custo, motivado pelo início da operação de novas usinas e o aumento do nível dos reservatórios das hidrelétricas do Sul e Sudeste. “Mesmo com a melhoria no cenário de geração de energia elétrica, o sinal para o consumo ainda é vermelho, e os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios”, alerta a agência reguladora.

A cada mês, as condições de operação do sistema são reavaliadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que define a melhor estratégia de geração de energia para atendimento da demanda. A partir dessa avaliação, define-se as térmicas que deverão ser acionadas.

Desde que o sistema de bandeiras tarifárias foi implantado, em janeiro do ano passado, todos os meses a bandeira aplicada foi a vermelha. O sistema reflete o custo maior de geração de energia, por meio das termelétricas.

FONTE :AGÊNCIA BRASIL

CARNAVAL : Bloco Chega BB acontece na terça 09/02 na Praia de Carne de Vaca

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

ELEIÇÕES : Ricardo Costa diz ter 100% de certeza de que será candidato a Prefeito De Olinda/PE

 
Deputado acredita que o governador Paulo Câmara estará neutro nas eleições à Prefeitura de Olinda (Foto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco)

Há quatro anos o deputado Ricardo Costa (PMDB) saiu da disputa para à Prefeitura de Olinda a pedido do ex-governador Eduardo Campos. Nas eleições deste ano, o parlamentar garantiu que a possibilidade de ser candidato é de 100%. Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, nesta quarta-feira (27), o peemedebista disse que o governador Paulo Câmara (PSB) não tem mostrado nenhuma intenção de intervir na sua postulação.
“A gente não entrou numa disputa dessas sem entrar numa preparação. Tem a convocação do partido hoje. Tem o apoio do PMDB estadual. A gente tem hoje uma Executiva do nosso lado, uma Executiva provisória na cidade. E a gente tem um governador que tem ouvido muito as pessoas, e ele sabe das coisas em Olinda porque converso muito com ele”, afirmou Costa.
O deputado acredita que o governador estará neutro nas eleições para a Prefeitura de Olinda por conta das inúmeras candidaturas de partidos ligados à Frente Popular.
“Se ganha um, se ganha outro, sendo da Frente Popular, o governador ganhou de todo jeito”, explicou.
“O PMDB só tem uma candidatura forte na Região Metropolitana, que é Olinda. Será que o PMDB não tem direito? Apoiando como apoia, sendo da Frente Popular como é, parceiro de todas as horas, desde a primeira hora, será que não tem direito de ter sua candidatura em Olinda? Como explicar isso ao PMDB?”, questionou o parlamentar.

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

ECONOMIA : Vendas de supermercados caem 1,9% em 2015

 Vendas de supermercados caem 1,9% em 2015

As vendas do setor de supermercados caíram 1,9% no ano passado em comparação com o mesmo período de 2014. Segundo pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), em dezembro, as vendas em valores reais, deflacionadas pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo/Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IPCA/IBGE), tiveram alta de 24,17% ante novembro e queda de 4,39% em relação a dezembro de 2014.
Em valores nominais, as vendas dos supermercados aumentaram 25,37% em relação ao mês anterior e, quando comparadas a dezembro de 2014, subiram 5,81%. No acumulado do ano, houve alta de 6,95%.
A cesta de produtos Abrasmercado (composta por 35 itens de larga escala) ficou 0,87% mais cara, passando de R$ 435,29 em novembro, para R$ 439,08 em dezembro. No ano passado, o custo da cesta tinha aumentado 15,21%. Entre as maiores altas no mês de dezembro, estão a da cebola (14,21%) e a do tomate (9,56%). A farinha de mandioca e o pernil tiveram as maiores quedas de preço (-6,54% e -3,79%, respectivamente).
Em dezembro, a maior alta de preços em supermercados, 2,26%, foi registrada na Região Nordeste, onde o custo da cesta ficou em R$ 379,82. A Região Norte foi a única que apresentou queda de preços (-0,99%), com a cesta atingindo o valor de R$ 474,86.

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

COTIDIANO : Secretaria de Turismo lança Zap da Folia para atender foliões em português, inglês e espanhol (Recife/PE)

Basta enviar mensagem para (81) 9.9251-1757



Pernambuco vai inovar na prestação de informação para os turistas que irão aproveitar o Carnaval de 2016 no Estado. A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, por meio da Empetur, lança o Zap da Folia, para que os visitantes possam consultar informações diretamente pelos aplicativos WhatsApp e Telegram.
O Zap da Folia terá, em seu conteúdo, informações sobre os principais roteiros da folia de Momo, um pouco dos ritmos pernambucanos, programação dos principais polos do Estado, história dos homenageados do Carnaval e roteiro para quem quer fugir da folia e curtir algo mais tranquilo.
No Zap da Folia, os turistas também poderão consultar telefones úteis e serviços. A plataforma estará disponível em português, inglês e espanhol. O aplicativo funcionará 24 horas por dia, a partir do dia 29 de janeiro até o dia 10 de fevereiro. Para acessar, basta enviar qualquer mensagem para o número (81) 9.9251-1757, utilizando os aplicativos Telegram e WhatsApp. A expectativa é que o Carnaval do Recife receba 890 mil turistas.

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

ECONOMIIA : Grupo gaúcho InBetta vai instalar fábrica em Paulista/PE, com previsão de 300 empregos

   


Representantes do grupo gaúcho InBetta assinaram hoje o protocolo de intenções com o Governo do Estado, para a implantação de uma nova unidade operacional no município de Paulista. Com investimentos previstos de R$ 100 milhões, a indústria deverá produzir bens de consumo para higiene, limpeza, ferramentas e utensílios. A previsão é de criação de 300 empregos diretos. A fábrica deverá iniciar a produção em 2017.
Com a nova fábrica, o grupo InBetta pretende ampliar a participação no mercado nordestino, através da melhoria do atendimento aos seus clientes e consumidores. O grupo empresarial com sede na cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul, possui as marcas Bettanin, Atlas, Sanremo,Primafer, Ordene e SuperPro. Juntas as cinco empresas representam um mix de 4.500 produtos, comercializados em todo o Brasil e exportados para outros países.
Este é o segundo investimento do InBetta em Pernambuco. Em 2008, o grupo instalou uma fábrica em Jaboatão dos Guararapes, onde produz um mix de produtos de diversas marcas, que inclui itens de consumo para higiene e limpeza.A intenção do grupo é centralizar a produção na unidade de Paulista, que ficará numa área de 20 hectares,localizada na estrada de Jaguararibe, em Maranguape II.

FONTE : PERNAMBUCO CONECTADO

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

CARNAVAL : AGENDA CARNAVALESCA 2016 DE GOIANA/PE E REGIÃO

 Aqui você se manterá informado sobre toda a Agenda Carnavalesca de Goiana e região.
Dia hora Bloco Concentração
10/01/2016 --:-- Os Bebinhos Carne de Vaca
16/01/2016 13:00 As Catraias de Ponta de Pedras Lot. Enseada (Malvinas)
30/01/2016 21:00 Balmasqué Clube Saboeira
31/01/2016 10:00 O Deozão -----
02/02/2016 --:-- AA Amigos do Álcool -----
03/02/2016 19:00 As Atraentes Clube Saboeira
05/02/2016 --:-- Os Bagaceiras Galpão de Mário do Peixe
05/02/2015 19:00 As Catraias do Multirão Próximo a praça do Multirão
06/02/2015 20:00 O Deozão Quadra Municipal de Esportes de Goiana
07/02/2015 --:-- Bloco do Cabaço Travessa da Conceição
08/02/2016 13:00 Bloco @lternativo Sítio de Gildeon
08/02/2016 19:00 Bloco do Inhonho Sítio de Gildeon
09/02/2016 15:00 Bloco do Sport Em frente ao bar do Guaiamum (Condado)
09/02/2015 14:00 Pikke Baby Espaço de Juca Viana
FONTE : TV GUAIAMUM




























































          














 

ECONOMIA : Conta de luz pode ficar mais barata, diz Aneel

Bandeiras tarifárias começam a ser reduzidas a partir desta terça-feira (26)



A conta de luz pode começar a ficar mais barata já nos primeiros meses deste ano, segundo afirmou, nesta segunda-feira (25), o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) José Jurhosa.
De acordo com o diretor, as bandeiras tarifárias, encargo adicionado à conta de luz para custear as usinas térmicas, devem começar a ser reduzidas.
Nesta terça-feira (26), serão apresentados os novos valores das bandeiras, mais baratos, além de ser criada uma quarta cor, a rosa, com encargo intermediário - entre a bandeira amarela e a vermelha.
Atualmente, as bandeiras se dividem em três cores, verde -que não adiciona qualquer valor-, amarela -que adiciona R$ 2,5 a cada 100 kilowatts-hora consumidos-, e a vermelha -que adiciona R$ 4,5 a cada 100 kilowatts-hora consumidos.
Desde a implantação do sistema de bandeiras tarifárias, em janeiro de 2015, a cor da bandeira está vermelha, o que tem encarecido em 10% a conta de luz.
A expectativa é que as cores sejam reduzidas gradualmente -primeiro para a nova cor rosa, depois amarela e, por fim, verde.
Jurhosa afirmou também que há poucos fatores de elevação da conta de luz para 2016.
Assim, com a retirada das bandeiras, as tarifas cobradas dos consumidores tendem a ficar estagnadas, ou até mesmo a cair.
Ainda há preocupação com o Nordeste, que enfrenta escassez hídrica. As estimativas para o período chuvoso para a região, que se inicia em maio, será definidor para o sistema das bandeiras -as principais térmicas que estão ativas ficam nessa região.
"Poderíamos utilizar a usina de Belo Monte para abastecer o Nordeste, mas com a liminar impedindo o enchimento do reservatório, não sabemos quando poderemos usá-la", disse Jurhosa.
Desde o início do ano, o Ministério Público detém uma liminar impedindo a finalização da construção da usina. O órgão alega que a empresa concessionária, a Norte Energia, não cumpriu a exigência de reestruturar a Funai.
Jurhosa espera que a situação se resolva nas próximas semanas. "Pareceu-me um argumento muito frágil para arriscar todo um planejamento", afirmou.

FONTE : FOLHA DE PERNAMBUCO

domingo, 24 de janeiro de 2016

ECONOMIA : Desemprego impulsiona procura por "bicos"

Mudança de curso na vida de profissionais é o retrato do atual momento da economia

Amanda de Souza dava aulas de inglês; Bruna Ribeiro trabalhava numa empresa farmacêutica; William Santos era funcionário de um hospital. Nos últimos meses, porém, a rotina deles mudou. Amanda deixou a sala de aula e passou a vender lingerie, Tupperware e suplementos alimentares; Bruna largou o escritório e começou a costurar toalhas e fazer pães de mel; William perdeu o emprego e virou ajudante geral.

A mudança de curso na vida desses profissionais é o retrato do atual momento da economia brasileira. Com a piora no mercado de trabalho e a perda do poder de compra por causa do aumento da inflação, milhões de trabalhadores começaram a recorrer aos chamados bicos, empregos esporádicos, para tentar manter o padrão de vida ou apenas para conseguir pagar as despesas básicas.

Um termômetro do aumento da procura por esse tipo de trabalho são os dados da plataforma Bicos Online, que faz a intermediação entre o trabalhador e o contratante de serviços, como diarista, pintor, eletricista, pedreiro e motoristas. Dos 20 mil usuários cadastrados no site, 75% estão à procura de trabalho e 25% querem contratar. No início de 2015, esses porcentuais estavam em 60% e 40%, respectivamente.

“A crise aumentou a procura por bicos. A partir do segundo semestre, a distância entre a oferta e a demanda passou a crescer mês após mês”, afirma Marcos Botelho, sócio da Bicos Online, hoje disponível nas principais capitais do País e cidades da Região Metropolitana de São Paulo. De acordo com ele, entre os que estão em busca de um serviço, 70% estão desempregados.

Um outro levantamento feito pelo Instituto Data Popular também revela a popularização dos bicos. Segundo levantamento, a quantidade de trabalhadores que fazem bico aumentou de 41% em dezembro de 2013 para 69% em dezembro do ano passado. A pesquisa foi feita com 2 mil pessoas.

“O bico cresceu porque a inflação subiu muito, e o brasileiro, para não perder tanto o padrão de consumo, precisou trabalhar mais para comprar as mesmas coisas”, diz Renato Meirelles, presidente do Data Popular.

No ano passado, o brasileiro passou a lidar com uma combinação perversa: o desemprego subiu e inflação ultrapassou 10%. O Brasil perdeu 1,5 milhão de empregos com carteira de trabalho assinada, de acordo com dados do Cadastro Geral e Desempregados (Caged) - o resultado foi o pior da série histórica iniciada em 1992.

O tempo para se recolocar no mercado de trabalho também aumentou. Um levantamento recente feito pela Tendências Consultoria Integrada mostrou que o porcentual de desocupados há mais de sete meses subiu de 24,1%, em janeiro do ano passado, para 33,8% em novembro - o maior nível mensal desde 2006. A faixa que mais cresceu foi a que inclui desempregados entre 7 e 11 meses, cujo porcentual dobrou no período, de 7,3% para 14,2%.

Enquanto isso, o porcentual de trabalhadores que conseguia emprego no curto prazo, em até 30 dias, caiu de 29,6% para 20 2%. A faixa entre 31 dias e seis meses ficou estável, com 46% dos desocupados.

Dificuldade

Gabriela Lelis, de 24 anos, tem enfrentando as dificuldades do mercado de trabalho. Por um ano, ajudou o tio, que é autônomo. “Não era um emprego que tinha todo mês”, lembra a jovem, formada em sistemas de informação.

Neste ano, ela conseguiu uma vaga de três meses numa faculdade. Ela mora com os pais e a renda vai para ajudar nas despesas de casa. “Meu objetivo é encontrar um trabalho fixo. Por enquanto, é só temporário. Eles contrataram muita gente e estou fazendo o melhor para tentar ser efetivada.”

Já a publicitária Mônica Humphreys, de 39 anos, tem emprego fixo e recorreu aos bicos para complementar a renda. “Trabalho numa galeria de arte digital como diretora de marketing. Por interesse, fiz um curso de personal stylist e depois de organização pessoal, passei a trabalhar com isso para ter uma renda extra.” Além de uma conta no Instagram para divulgação do trabalho e do boca a boca, há quatro meses ela se cadastrou na Bicos Online.

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

sábado, 23 de janeiro de 2016

ECONOMIA : CONSELHO CURADOR : FGTS como garantia do consignado só beneficia bancos, diz conselheiro do fundo

"Os banqueiros estão preocupados com o aumento das demissões. Com certeza aumentará a inadimplência do consignado, como consequência do fechamento de 1,5 milhão de vagas formais em 2015 e da mesma quantidade, praticamente, neste ano", afirmou

Para Nese, presidente da Confederação Nacional de Serviços (CNS), a sugestão dos bancos só atende aos interesses do sistema financeiro

 

A ideia do governo de usar uma parte da multa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia aos empréstimos consignados, em caso de demissão - como defendeu nesta sexta-feira (22) em Davos (Suíça) o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa - é prejudicial aos trabalhadores e só beneficia os bancos. A avaliação é de Luigi Nese, representante dos patrões no conselho curador do FGTS, órgão que aprova os investimentos do fundo.
"Os banqueiros estão preocupados com o aumento das demissões. Com certeza aumentará a inadimplência do consignado, como consequência do fechamento de 1,5 milhão de vagas formais em 2015 e da mesma quantidade, praticamente, neste ano", afirmou ao jornal "O Estado de S. Paulo". "Tem que perguntar ao trabalhador se ele aceita isso. Se fosse eu, não concordaria", complementou
Para Nese, presidente da Confederação Nacional de Serviços (CNS), a sugestão dos bancos só atende aos interesses do sistema financeiro. "O banco simplesmente vai aumentar sua garantia. Nada garante que a operação será mais barata. Acho que já são extorsivos os juros cobrados no consignado, já que os bancos têm a garantia do desconto em folha de pagamento", disse.
Ele afirmou que, em caso de demissão, para o trabalhador seria melhor usar a multa gerada, equivalente a 40% sobre o saldo do FGTS, para quitar eventuais endividamentos que tenha contraído a juros mais altos, como cheque especial e cartão de crédito. 
Cláudio da Silva Gomes, representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no conselho, acredita que o lastro dos empréstimos consignados em parte da multa do FGTS será positivo para ampliar o crédito. 
"Qualquer medida que venha neste sentido, desde que não haja prejuízo para o trabalhador, é importante para reativar a economia e a geração de novas vagas", analisou.


FONTE : JC ONLINE

 




quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

POLÍTICA : EMBATE POLÍTICA ENTRE EDVAL SOARES X FRED GADELHA


        EDVAL SOARES X FRED GADELHA
 


Temerosos com o iminente fim da atual administração municipal e a falta de perspectiva de futuro político para o prefeito de Goiana, Fred Gadelha, que ostenta enorme índice de rejeição, figuras importantes que dão sustentação ao governo já possuem um "plano B", Edval Soares.
Vereadores da base governistas e fornecedores do atual governo, com a anuência do prefeito, articulam nos bastidores um grande balão de ensaio. Estão inflando uma possível candidatura de Edval pelo PR, partido do vereador Rabicó que é membro da tropa de choque do governo Fred Gadelha na Câmara Municipal. No entanto, Edval que já foi derrotado três vezes em eleições para prefeito e duas vezes para deputado estadual, atualmente está sem partido.
Em rodas de conversas com alguns vereadores, chega-se a comentar abertamente que Fred ainda não autorizou Rabicó a filia-lo no PR. Ou seja, caso o balão de ensaio não suba, a velha raposa política estará fadada a assistir a eleição municipal de 2016 do terraço de sua casa.
O plano do grupo de Fred para se perpetuar no poder é tão elaborado que já colocam Marcílio Régio como seu possível vice-prefeito, ainda que o mesmo seja casado com Ana Silveira, vereadora da base governista que sempre defendeu com unhas e dentes a administração de Fred Gadelha.
Marcílio, inclusive, teria sido perguntado por um conhecido articulador político do município, famoso por não guardar segredos, sobre a incoerência de sua aliança oportunista com Edval, uma vez que sempre se beneficiou do atual governo e que no passado, mais precisamente em 2006, teve o seu mandato como vice-prefeito cassado por uma ação na justiça impulsionada por Edval. Marcílio primeiro sorriu demoradamente, depois tragou seu cigarro e com uma expressão mais séria, até certo ponto enigmática, teria respondido que “talvez esteja na hora de eu dar o troco a ele”.

FONTE : BLOG DO MAGNO MARTINS

domingo, 17 de janeiro de 2016

DIVULGAÇÃO : JOÃO LACERDA


ECONOMIA : CONSUMO : Aumento nos preços dos combustíveis leva motoristas a buscarem alternativas

Transporte público e até caronas são soluções para locomoção

Vaniller passou a usar o carro apenas dois ou três dias por semana. Foto: Karina Morais
Vaniller passou a usar o carro apenas dois ou três dias por semana. Foto: Karina Morais

O aumento do preço da gasolina e do etanol mudou o comportamento dos consumidores. Muitas dos que costumavam andar diariamente em seus carros próprios, passaram a buscar outras alternativas para se locomover, como transportes públicos e caronas. Vaniller Duarte, 20, estudante de engenharia química da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), sentiu os reflexos do aumento da gasolina e acabou tendo que mudar a sua rotina.

No início do ano passado, quando o preço nas bombas estava em torno de R$ 2,60, ela ia do bairro de Candeias até a universidade de carro todos os dias, mas mesmo assim já reclamava do alto custo. Com o aumento da gasolina, Vaniller sentiu o peso no bolso e começou a reduzir seus custos.

Desde setembro do ano passado, a estudante passou a usar o carro em apenas dois ou três dias durante a semana, quando os seus horários eram mais complicados. Em meio a essa situação e com o aumento dos combustíveis em 2016, Vaniller pretende mudar a sua rotina completamente, passando a ir de ônibus todos os dias para a universidade e mudando seu turno de aulas.

Assim como Vaniller, muitas pessoas tendem a buscar outras alternativas de transporte para reduzir os gastos. Para o economista e professor da UFRPE, Luiz Maia, uma medida muito recorrente – e eficiente – é o compartilhamento dos veículos. “Em situação de crise, as pessoas têm que usar da criatividade para reduzir seus custos.” Sempre que possível, é recomendável que as pessoas reduzam o número de carros nas ruas. Alternativas possíveis são as caronas: casais que tenham dois carros reduzam para um, pessoas que moram próximas e vão para o mesmo local passem a ir juntas, pequenas mudanças diárias que podem fazer a diferença.

Outras medidas eficientes são a redução do uso do ar-condicionado e a opção por veículos menores e mais econômicos. Luiz Maia afirma que mudanças como essas são pontuais, de forma que o retorno não é imediato. “Se compararmos com o mês passado, a diferença praticamente não será perceptível, mas a tendência é que ao longo dos anos cada vez mais pessoas ponham em prática essas mudanças e possamos caminhar para uma sociedade mais sustentável”, afirma o economista.

De acordo com Alfredo Pinheiro Ramos, presidente do Sindicato de Combustíveis de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), entre janeiro de 2014 e dezembro de 2015, a gasolina aumentou em 28%, fator que ocasionou a redução do uso de carro por parte de muitas pessoas. A redução do consumo de combustíveis foi perceptível: o da gasolina caiu cerca de 10% e o do etanol, 14%. “Quanto maior o valor, o consumo é muito menor. É uma situação preocupante”, comenta o presidente.

Competição entre postos

A oscilação de preços de combustíveis também aumenta a competição entre os postos de gasolina, que tentam manter o valor final da bomba para o consumidor baixo para não perder clientes. A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em sua pesquisa semanal do período de 20 de dezembro do ano passado a 26 de dezembro de 2015, registrou um preço médio da gasolina de R$ 3,668 no Recife, R$ 3,688 em Olinda e R$ 3,503 em Jaboatão dos Guararapes.

Neste mês, os combustíveis sofreram um aumento de R$ 0,10 a R$ 0,15, o que provavelmente ocasionará ainda mais reduções no consumo. Alfredo Pinheiro Ramos, presidente do Sindicato de Combustíveis de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), apesar de se declarar uma pessoa otimista, assume que a situação em 2016 não deverá ser nada fácil. “A redução de consumo está se igualando ao panorama econômico do Brasil, que vive em situação de crise.” Isso porque, o abastecimento de combustíveis é refletido pela situação financeira das pessoas, e, com o aumento das taxas de desemprego, as pessoas vão buscar cada vez mais reduzir os custos, incluindo os combustíveis, buscando formas alternativas de locomoção.

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

sábado, 9 de janeiro de 2016

DIVULGAÇÃO : NETO LAVA JATO - GOIANA/PE

CPRH : Praias de Itamaracá, Paulista, Olinda, Jaboatão, Recife e Sirinhaém impróprias para banho

Boletim foi divulgado nesta sexta e é válido até o dia 18

Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) informou a balneabilidade do litoral Pernambucano até a próxima quinta-feira. O resultado da classificação da Agência significa que o trecho está impróprio "à recreação de contato primário", ou seja: não é indicado realizar qualquer prática de mergulho, natação, esqui-aquático e outra atividade onde exista a possibilidade de ingestão de quantidades de água.

Confira a relação de praias consideradas inapropriadas:

Itamaracá:

- Praia de Jaguaribe, em frente à Rua Santina de Barros

Paulista:

- Praia da Conceição, em frente à Igreja de Nossa Senhora da Conceição
- Praia de Pau Amarelo, em frente ao Forte de Pau Amarelo

Olinda:

- Praia de Casa Caiada, em frente à Rua Alcina C. de Carvalho, por trás do Olinda Praia Clube
- Praia do Carmo, em frente à Praça João Pessoa, por trás dos Correios

Recife

- Praia do Pina, em frente ao Iate Clube

Jaboatão:

- Praia de Candeias, em frente à Av. Bernardo V. de Melo Nº 6476 – Restaurante Candelária
- Praia de Barra de Jangadas, em frente ao Nº 10800 (antiga Marina dos Mares)

Sirinhaém

- Praia de Barra de Sirinhaém, em frente à Escola Municipal Leonildo da Silva
- Praia de Barra de Sirinhaém, em frente ao Loteamento Ondas da Barra

FONTE : DIÁRIO DE PERNAMBUCO

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS