sábado, 6 de agosto de 2016

POLÍTICA : Justiça afasta presidente da Câmara de Vereadores de Cortês, na Mata Sul

Valdomiro Tenório é suspeito de causar prejuízo de R$ 115 mil em licitação.
Contrato de prestação de transporte para a Câmara deve ser suspenso.

A Justiça determinou o afastamento do vereador Valdomiro Tenório da Silva Filho do cargo de presidente da Câmara de Cortês, na Mata Sul de Pernambuco. A decisão do juiz Albérico Agrello Neto, que não interrompe o exercício do mandato do parlamentar, ocorreu após ação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em processo de improbidade administrativa do vereador. Ele é suspeito de causar prejuízo de R$ 115 mil em uma licitação de transporte.
G1 tentou contato com a Câmara de Vereadores de Cortês, mas as ligações não foram atendidas, e enviou mensagem no perfil do parlamentar em uma rede social, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.
O promotor de Justiça Ivo Pereira de Lima argumentou, no texto da ação civil pública, que o pedido de afastamento tenta garantir que o réu não dificulte o processo. "A continuidade do réu no cargo permitiria que ele dispusesse dos meios necessários para coagir testemunhas, principalmente servidores públicos; adulterar documentos que se encontram na casa legislativa; e continuar a dilapidar o patrimônio público", destacou.
Na decisão o magistrado determinou a suspensão do Contrato nº 04 de 2013, de prestação de serviços de transporte para a Câmara de Vereadores de Cortês. Segundo a investigação do MPPE, o processo licitatório foi fraudulento. O presidente da casa legislativa e o vencedor da licitação teriam combinado a "partilha dos R$ 3 mil pagos mensalmente a título de prestação de serviços de transporte", segundo nota da assessoria do MPPE.
O prejuízo aos cofres públicos em quatro anos já chega a R$ 115 mil. Conforme o Ministério Público, o contratado confirmou em depoimento prestado no inquérito civil que a documentação da licitação foi preparada pelo presidente da Câmara de Vereadores.
“Da análise dos autos extraem-se indícios suficientes da negociata entre os réus, a qual parece configurar ato de improbidade administrativa”, resumiu o juiz Albérico Agrello Neto. O MPPE pede ainda que o vereador e o vencedor da licitação sejam condenados ao ressarcimento integral do dano aos cofres públicos, pagamento de multa, suspensão dos direitos políticos e perda da função pública (do vereador), e proibição de contratar com o poder público.
O promotor ainda está apurando outros indícios de irregularidades supostamente cometidas pelo presidente da Câmara de Vereadores, como a existência de funcionários fantasmas e excesso de diárias de viagem.
FONTE : G1 PERNAMBUCO

COTIDIANO : Em Bairro novo (Olinda/PE) serão instaladas placas de alerta contra ataques de tubarão

20150924105523288312u

Novas placas de alerta contra ataques de tubarões serão instaladas em frente ao Colégio Sara Ferreira, em Bairro Novo, Olinda, no Grande Recife.

De acordo com o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), a sinalização deve ocorrer nesta segunda­feira (8), por volta das 10h.

FONTE : INFORME PE

CORRIDA ELEITORAL 2016 : AGORA, CANDIDATO A VEREADOR NÃO PODE SE ELEGER “SEM VOTOS”


cand

Os aspirantes a vereador que pegam carona com os candidatos “puxadores de voto” terão, pela primeira vez, uma meta a cumprir: para chegar à Câmara Municipal, o seu resultado nas urnas precisa ser, no mínimo, 10% do quociente eleitoral.
O quociente eleitoral é formado pelo total de votos válidos dividido pela quantidade de cadeiras na Câmara. Este ano (2016), o quociente em Olinda deverá ficar em torno de 13.171 votos (estimativa preliminar para o eleitorado da, uma vez que os números oficiais devem ainda ser divulgados pelo TSE). Portanto, a nota de corte terá que ser 1.317 votos.
A regra visa evitar a eleição de candidatos pouco votados. Caso o candidato não alcance o mínimo, a vaga será redistribuída a outros partidos ou coligações.
“Isso é inconstitucional, é cláusula de barreira disfarçada”, diz à Folha de São Paulo, Aildo Ferreira, presidente do PRB em São Paulo. A Rede, outro partido que pode ser afetado, vê a medida como uma manobra para manter o poder com as siglas tradicionais.
FONTE : FOLHA DE SÃO PAULO

ELEIÇÔES 2016 : OLINDA TEM OITO CANDIDATOS À PREFEITURA

Eleições 2016 I Vale


Agora é oficial: a partir de hoje (06), Olinda tem oito candidatos à Prefeitura da cidade. Ontem (05), último dia para a realização de convenções, o PCdoB e o PMDB confirmaram as candidaturas da deputada federal Luciana Santos e do deputado estadual Ricardo Costa, respectivamente.
Confira a relação de candidatos na Marim dos Caetés:
  • – Izabel Urquisa (PSDB)
  • – Tereza Leitão (PT)
  • – Luciana Santos (PCdoB)
  • – Jesualdo Campos (PSOL)
  • – Lupércio Carlos (Solidariedade)
  • – Antônio Campos (PSB)
  • – João Luiz (PPS)
  • – Ricardo Costa (PMDB)
Embora já sendo candidatos (majoritários e proporcionais), eles ainda não podem começar a pedir votos aos eleitores. Oficialmente, a campanha eleitoral só começa no próximo dia 16 de agosto.
FONTE : BLOG OLINDA HOJE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS