sábado, 12 de março de 2016

SAÚDE : Goiana é mencionada pelo jornal britânico Daily Mail

12552995_647316395400520_5741998231317123905_n

Sobre a reportagem feita pelo Daily mail, jornal Britânico, na sua versão digital, quando se refere a nossa cidade através de adjetivos como “empobrecida” e “imunda” gostaríamos de chamar a atenção sobre alguns dados e informações explanados por ele e que necessitam de uma apreciação criteriosa.
Não é uma exclusividade de Goiana os problemas ambientais, tais como acúmulo de lixo em determinados pontos, valas e esgotos, entre outros fatores que contribuem com a proliferação do vetor de doenças como a Dengue, o Zika Vírus e a Chikungunya. Contudo, a ótica dada à situação foi simplesmente política e é exatamente isso que deve ser desmistificado.
Em primeiro lugar, vamos expor dados que de imediato saltam muito aos olhos de qualquer um, como terem falado que cerca da metade da nossa população (40 mil pessoas) contraiu o Zika Vírus. De acordo com os dados oficiais da Vigilância em Saúde, em 2015 foram registrados e notificados 4.356 casos notificados de dengue e 78 de Chikungunya. Até o mês de fevereiro de 2016, os números eram de 1.661 casos notificados de dengue, com 1 possível óbito em investigação, 30 casos suspeitos de microcefalia, sendo 1 caso confirmado e 1 óbito de recém-nascido. Não somos a cidade com maior incidência de microcefalia no mundo, como falado na reportagem (este título é ostentado por outro município, até próximo do nosso, mas não pertence a Goiana).
Que a situação frente a esta ameaça à saúde de todos é digna de preocupação, isso é fato. E a Prefeitura de Goiana está realizando inúmeras ações com o objetivo de combater e conscientizar a população sobre os cuidados domésticos, que são uma parte fundamental nesta guerra, haja vista que de acordo com dados estatísticos do Ministério da Saúde, cerca de 90% dos focos do mosquito são domésticos. Os problemas que envolvem a maioria dos municípios da Mata Norte são resultado de uma série de fatores, como má distribuição de renda, falta de saneamento básico, omissão do Estado na responsabilidade com a média e alta complexidade (estrutura dos hospitais), problemas estes arrastados ao longo de muitos anos. Estamos tentando melhorar e isso demanda tempo. Como dito em todas as matérias em que tratamos do combate ao Zika Vírus antes, a batalha não é apenas do poder público, mas de toda a comunidade. Os cuidados preventivos são do conhecimento de todos e é essencial a participação efetiva da comunidade nessa batalha. Por isso, receba os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias em sua casa. Explique a eles seus sintomas, tire dúvidas e denunciem possíveis focos do mosquito. Precisamos vencer esta guerra juntos! Nós não somos o epicentro da doença no Brasil. E, juntos, mostraremos ao mundo, que somos mais fortes que um mosquito.
FONTE : PREFEITURA DE GOIANA/PE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

MURAL DE RECADOS